As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Pedro Pires elogia empenho da ONU perante a crise guineense
- 5-May-2005 - 19:14


O Presidente da República de Cabo Verde considerou hoje "pertinentes" as diligências em curso por parte da ONU para facilitar o processo de transição política na Guiné-Bissau.


Em declarações à Agência Lusa, Pedro Pires congratulou- se com a "excelente escolha" do ex-presidente de Moçambique Joaquim Chissano como enviado especial do Secretário-geral da ONU para a Guiné-Bissau.

"O presidente Chissano é um homem de bom senso e de uma enorme experiência nestas questões, e acredito que a sua intervenção será determinante", observou Pedro Pires, na opinião do qual é "fundamental" uma presença efectiva da ONU na Guiné- Bissau.

"Isso vem ao encontro daquilo que temos preconizado, ou seja, que as Nações Unidas devem dedicar uma atenção especial à Guiné-Bissau, o que contribuirá para a resolução de muitos problemas e para a restauração das instituições do Estado de Direito", defendeu.

Pedro Pires formulou o voto de que a sociedade guineense e, "particularmente, os seus políticos", saibam "valorizar a iniciativa" de Kofi Annan, contribuindo para que as eleições, marcadas para 19 de Junho, decorram "da melhor maneira", de modo a permitirem o regresso do país à normalidade.

Quanto às candidaturas dos ex-presidentes João Bernardo "Nino" Vieira e Kumba Ialá- ainda não aceites pelo Supremo Tribunal de Justiça guineense -, às eleições de 19 de Junho, o presidente cabo-verdiano limitou-se a dizer que, "quando não se tem o ideal, deve-se contentar com o possível".

O Chefe de Estado cabo-verdiano, um dos mais famosos comandantes da guerrilha do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde(PAIGC) durante a luta de libertação contra o exército português, em território guineense, realizou há cerca de um mês a primeira visita oficial de um presidente cabo-verdiano a Bissau depois do golpe de "Nino" Vieira em 1980.

Considerado pelos seus ex-camaradas de armas da guerrilha do PAIGC, muitos dos quais hoje com cargos importantes na chefia das Forças Armadas da Guiné-Bissau, um elemento a ouvir no actual processo de transição política no país, Pedro Pires tem acompanhado com uma atenção especial a evolução da "crise" político-militar em Bissau desencadeada pelas candidaturas de "Nino" Vieira e Kumba Ialá.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem