As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Supremo aprova «Nino» e Kumba e rejeita sete candidaturas
- 10-May-2005 - 19:43


O Supremo Tribunal de Justiça da Guiné- Bissau aprovou hoje as candidaturas dos ex-chefes de Estado "Nino" Vieira e de Kumba Ialá às presidenciais de 19 de Junho, mas rejeitou sete das 21 candidaturas às eleições.


A candidatura do presidente do Partido Unido Social-Democrata (PUSD) e ex-primeiro-ministro (1999/2000) guineense Francisco Fadul é uma das rejeitadas pelo Supremo, de acordo com a lista afixada nas instalações daquela instituição.

Os restantes candidatos excluídos são os independentes Empossa Ié, Pedro Infanda e Augusto Pedro Figueiredo da Silva, Ibraima Sow, líder do Partido do Progresso (PP), Úmaro Demba Jamanca, líder do Partido Democrático Socialista (PDS), e Cirilo Rodrigues, líder do Partido Socialista (PS).

Fonte do Supremo indicou à Agência Lusa que os candidatos rejeitados podem recorrer da decisão deste órgão judicial, que terá três dias para as analisar e pronunciar-se.

O Supremo Tribunal de Justiça guineense, que recebeu as candidaturas entre 01 e 19 de Abril último, não avançou as razões que levaram à exclusão de sete candidaturas, limitando-se a afixar a respectiva lista numa parede exterior das suas instalações.

Segundo a Lei Eleitoral, o STJ deveria ter afixado a lista a 27 de Abril último, mas dada a complexidade de algumas delas e o seu elevado número, acabou por adiar a divulgação dos 21 acórdãos para hoje.

Com a decisão do Supremo, foram aprovadas 14 candidaturas, incluindo quatro de independentes.

Apenas uma mulher se apresentará às eleições. Trata-se de Antonieta Rosa Gomes, líder do Fórum Cívico Guineense/Social- Democracia (FCG/SD), que já concorreu às presidenciais de 1994 e 1999, tendo ficado, em ambas, em último lugar.

A lista das candidaturas aprovadas e rejeitadas pelo STJ às presidenciais de 19 de Junho na Guiné-Bissau é a seguinte:

APROVADAS

- Abubacar Baldé, apoiado pela União Nacional para o Desenvolvimento e Progresso (UNDP, de que é líder)

- Adelino Mano Queta, independente

- Antonieta Rosa Gomes, apoiada pelo Fórum Cívico Guineense/Social-Democracia (FCG/SD, de que é líder)

- Aregado Mantenque Té, apoiado pelo Partido do Trabalho (PT, de que é líder)

- Faustino Imbali, apoiado pelo Partido Manifesto do Povo (PMP, de que é líder)

- Iaia Djaló, independente

- Iancuba Indjai, apoiado pelo Partido da Solidariedade e Trabalho (PST, de que é líder)

- Idrissa Djaló, apoiado pelo Partido de Unidade Nacional (PUN, de que é líder)

- João Bernardo "Nino" Vieira, independente

- João Tátis Sá, apoiado pelo Partido do Progresso Guineense (PPG, de que é líder)

- Kumba Ialá, apoiado pelo Partido da Renovação Social (PRS)

- Mário Lopes da Rosa, independente

- Malam Bacai Sanhá, apoiado pelo Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC)

- Salvador Tchongó, apoiado pela Resistência da Guiné-Bissau (RGB, de que é líder)

REJEITADAS

- Augusto Pedro Figueiredo da Silva, independente

- Cirilo Rodrigues, apoiado pelo Partido Socialista (PS, de que é líder)

- Empossa Ié, independente

- Francisco Fadul, apoiado pelo Partido Unido Social-Democrata (PUSD, de que é líder)

- Ibraima Sow, apoiado pelo Partido Popular (PP, de que é líder)

- Pedro Infanda, independente

- Úmaro Demba Jamanca, apoiado pelo Partido Democrático Social da Guiné-Bissau (PDSG, de que é secretário-geral).


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem