As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Primeiro-ministro em visita privada a Portugal e oficial a Moçambique
- 13-May-2005 - 18:23


O primeiro-ministro guineense partiu hoje para uma visita privada de quatro dias a Portugal, de onde seguirá terça-feira para uma outra, de carácter oficial, a Moçambique, a primeira de um chefe de executivo da Guiné-Bissau àquele país.


Em declarações aos jornalistas, momentos antes de deixar Bissau, Carlos Gomes Júnior sublinhou que, em Lisboa, e apesar de a deslocação ser privada, vai reunir-se com o presidente Jorge Sampaio e com o seu homólogo José Sócrates, a quem vai agradecer o apoio dado por Portugal na estabilização política e militar na Guiné-Bissau.

"A diplomacia portuguesa ajudou a Guiné-Bissau a receber alguns fundos da comunidade internacional, após a realização da conferência de Lisboa, e tem feito muito pelo país", afirmou, indicando estar "muito grato" a Portugal.

"São gestos muito importantes e é um sinal positivo e de confiança na nossa governação, que fez ontem (quinta-feira) um ano. Vamos continuar a investida diplomática para o restabelecimento da boa imagem do nosso país", acrescentou.

Além de encontros com Sampaio e Sócrates, o também presidente do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC, no poder) indicou que terá também encontros com forças políticas portuguesas "amigas", em vista das eleições presidenciais de 19 de Junho.

Domingo, Carlos Gomes Júnior, que viaja acompanhado pelos ministros dos Negócios Estrangeiros, Soares Sambu, já em Lisboa, e dos Transportes e Comunicações, Raimundo Pereira, reunir-se-á com representantes da comunidade guineense residente em Portugal.

Estarão presentes no encontro, assegurou, "todas as organizações" ligadas à Guiné-Bissau".

Em Moçambique, para onde seguirá na noite de terça-feira, Carlos Gomes Júnior terá contactos com as novas autoridades moçambicanas, com destaque para o "camarada Armando Emílio Guebuza", "companheiro" da luta pela independência das antigas colónias portuguesas.

"Temos laços históricos com Moçambique, nomeadamente com a FRELIMO (Frente de Libertação de Moçambique, no poder), pois fizemos uma luta de independência comum", assinalou o chefe do executivo guineense.

"Depois da eleição do camarada Armando Emílio Guebuza como presidente de Moçambique, é a primeira oportunidade que tenho também para contactar as novas autoridades moçambicanas e discutir toda a nossa cooperação bilateral e multilateral, para que a possamos reforçar", acrescentou.

Sem entrar em pormenores, Carlos Gomes Júnior indicou haver a possibilidade de serem assinados acordos de cooperação em vários domínios, nomeadamente das finanças, banca e transportes aéreos.

Segundo o primeiro-ministro guineense, outro tema a debater com as autoridades de Maputo é a possibilidade de se criarem parcerias empresariais no domínio da comercialização da castanha de caju, dado que Moçambique é, segundo dados oficiais, o quinto maior exportador mundial.

"Moçambique é um dos principais exportadores de castanha de caju e a Guiné-Bissau pode aprender muito com essa experiência, pois esse é também o nosso principal produto de exportação", disse.

Carlos Gomes Júnior referiu ainda que, antes de regressar a Bissau, passará novamente por Lisboa, aonde chega na próxima sexta- feira, permanecendo na capital portuguesa até à noite de 23.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem