As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Governo prepara expulsão de 100 imigrantes clandestinos
- 23-May-2005 - 19:30


A maioria dos cerca de 100 imigrantes clandestinos detidos no início de Maio quando tentavam "passar" para a Europa num barco de pesca cabo-verdiano vai ser alvo de "expulsão administrativa" nos próximos dias.


O barco em que tentavam entrar ilegalmente na Europa, um pesqueiro de pavilhão cabo-verdiano, o "Jom Kabafumo", foi retido pela Polícia Judiciária de Cabo Verde no passado dia 05 quando zarpava de uma pequena localidade próxima da Cidade da Praia, capital de Cabo Verde.

Após a detenção, os clandestinos, a maioria natural da Guiné-Bissau, Guiné-Conacri e Senegal, foram conduzidos para instalações militares por inexistência, segundo o Ministério da Administração Interna (MAI), de condições adequadas nas instalações da Polícia de Ordem Pública (POP).

Os imigrantes já começaram a ser repatriados em pequenos grupos de três a quatro indivíduos nos aviões dos TACV (Transportes Aéreos de Cabo Verde).

No entanto, segundo a imprensa cabo-verdiana, devido ao elevado número de pessoas a transportar e às dificuldades do governo do arquipélago, está a ser estudado o aluguer de um navio para repatriar os ilegais.

O ministro da Administração Interna de Cabo Verde, Júlio Correia, garantiu, todavia, depois da imprensa cabo-verdiana ter publicado vários artigos de opinião a criticar a alegada "desumanidade" com que os clandestinos estavam a ser tratados, que só os que se encontram ilegais no país serão alvo de expulsão administrativa.

Júlio Correia desmentiu ainda qualquer desumanidade no tratamento dos referidos imigrantes, sublinhando que eles têm direito à mesma alimentação que os militares do quartel em que se encontram temporariamente "detidos".

Segundo o MAI cabo-verdiano, o país recebe actualmente entre cinco a seis mil imigrantes por ano, o que, disse Júlio Correia ao jornal A Semana, constitui um problema porque "corre- se o risco de os cabo-verdianos virem a ser uma minoria dentro do seu próprio país", dentro de alguns anos.

Com elevados índices de desenvolvimento em comparação com os restantes países da Comunidade Económica de Estados da África Ocidental (CEDEAO), Cabo Verde exerce uma forte atracção para os cidadãos destes países que, segundo os acordos existentes, têm entrada facilitada no país.

As autoridades reconhecem que Cabo Verde está a ser utilizado como "trampolim" de clandestinos para a Europa e, nos últimos meses, o governo tem colocado o combate a este problema como uma das suas prioridades.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem