As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
UNICEF lança «Agenda Presidencial» para crianças
- 1-Jun-2005 - 15:10


O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em colaboração com várias instituições guineenses, vai lançar a 15 deste mês uma campanha junto dos candidatos às presidenciais para que se comprometam a defender as crianças.


A ideia foi lançada pelo representante do UNICEF em Bissau, o brasileiro Sérgio Guimarães, durante a cerimónia de lançamento da "Quinzena da Infância", iniciativa que se enquadra no âmbito das celebrações do Dia Mundial da Criança.

A ideia é, segundo Sérgio Guimarães, levar os 14 candidatos às presidenciais de 19 deste mês a comprometerem-se em apoiar iniciativas que visem a melhoria e o bem-estar das crianças, acção que é idêntica à lançada também pelo UNICEF junto dos partidos e coligações que se apresentaram às legislativas de Março de 2004.

A iniciativa, que conta com o apoio do governo guineense e do Instituto da Mulher e da Criança (IMC), assemelha-se à "Agenda Política", documento orientador das grandes linhas que devem ser seguidas em favor das crianças da Guiné-Bissau, tendo como horizonte os próximos dez anos.

O responsável daquela agência das Nações Unidas admitiu que, em 2004, a situação das crianças na Guiné-Bissau registou "progressos tímidos", sublinhando que existem mais jovens a frequentar as escolas e maior acesso a cuidados primários de saúde.

No entanto, frisou, há ainda um "longo caminho a percorrer", uma vez que outra das principais questões prende-se com o registo civil das crianças, uma vez que as conservatórias guineenses têm ainda por registar cerca de 60 por cento das que têm idades entre os 0 e os 5 anos.

A falta de registo civil, lembrou, e à luz da lei, as crianças "não existem", pelo que acabam por não beneficiar dos cuidados básicos de saúde e educação do Estado.

Na cerimónia, que decorreu nas instalações do Centro Cultural Português (CCP) de Bissau e subordinada ao lema "Crianças Vulneráveis são da nossa Responsabilidade Colectiva", o primeiro-ministro guineense garantiu que o governo está "profundamente empenhado" em promover o bem-estar social de todas as crianças.

"Por amor às nossas crianças, vamos trabalhar na nossa governação para que o futuro delas seja melhor que o nosso presente", sublinhou Carlos Gomes Júnior, que recorreu a uma citação do "pai" da independência da Guiné-Bissau e Cabo Verde, Amílcar Cabral, para lembrar que as crianças são as "flores" da luta guineense.

Na Guiné-Bissau, o Dia Mundial da Criança é celebrado um pouco por todo o país com actividades culturais, recreativas e desportivas, destacando-se a iniciativa do Centro Cultural Português que, à tarde, exibe dois filmes infantis - "As Aventuras da Toupeirinha" e "À Procura de Nemo", com entrada gratuita.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem