As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
«Futuro do país depende do mar, do prestígio e da gestão prudente»
- 3-Jun-2005 - 14:27


O primeiro-ministro de Cabo Verde identificou hoje como pilares essenciais para garantir o futuro do arquipélago o prestígio, a gestão prudente das contas públicas e o mar.


José Maria Neves fez esta declaração durante o lançamento da primeira pedra do maior investimento - mais de 630 milhões de euros - a realizar no país na área do turismo. Ocupará cerca de 930 hectares na zona da baía de São Francisco, a 10 quilómetros da capital, Cidade da Praia.

O prestígio e a gestão prudente das contas públicas, segundo José Maria Neves, são essenciais para que Cabo Verde mereça a confiança dos parceiros internacionais, ao mesmo tempo que permitem solidificar a política de atracção de investimento externo.

Por outro lado, segundo o chefe de governo, o mar deve ser um dos principais suportes da economia cabo-verdiana em áreas tão distintas como a exploração dos recursos marinhos, a dessalinização como fonte de água potável e o turismo.

Na opinião de José Maria das Neves, expressa durante a cerimónia de lançamento do projecto "Sambala Village", cujo promotor é o grupo inglês da família Grepne, "Cabo Verde está na moda", exemplificando com os vários grandes investimentos em curso na generalidade das ilhas do arquipélago.

Só para as ilhas do Maio e Boa Vista, nos próximos 15 anos está prevista a construção de dezenas de unidades hoteleiras com milhares de camas, infra-estruturas portuárias, rodoviárias e aeroportuárias, num investimento público e privado superior a 15 mil milhões de euros.

No projecto "Sambala Village", se vier a ser concretizado na integra, serão investidos 630 milhões de euros, numa área de 930 hectares, com campos de golfe, várias unidades hoteleiras, centenas de habitações de luxo, apartamentos, piscinas, restaurantes.

A primeira fase do projecto representa "apenas" 30 milhões de euros e está essencialmente centrada na construção de apartamentos e aldeamentos turísticos na ilha de Santiago.

O promotor do investimento, Jonathan Grepne, garantiu que a ideia é evitar o turismo de massas, optando por um segmento com mais capacidade económica e atraído pelo turismo ecológico.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem