As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Portugal quer aprofundar de forma expressiva a cooperação ambiental
- 16-Jun-2005 - 15:22


O ministro do Ambiente Português, Francisco Nunes Correia, iniciou hoje uma vista oficial de 24 horas a Cabo Verde com o objectivo de "aprofundar, de forma expressiva", a cooperação entre os dois países no sector.


Nunes Correia, que também tutela as áreas do Ordenamento do Território e Desenvolvimento Regional, lembrou após um encontro com a sua homóloga, Madalena Neves, que a cooperação entre Portugal e Cabo Verde, nos vários domínios do Ambiente, "já é uma tradição com algum significado".

O governante português chamou à atenção para o facto de a área do Ambiente ser muito diversificada, sublinhando que existe o propósito, da parte de Portugal e de Cabo Verde, em aprofundar, "de uma forma expressiva", a cooperação no sector.

"Em primeiro lugar num plano bilateral, mas também num plano multilateral, no quadro da Comunidade de Países de Língua Portuguesa(CPLP), de forma complementar", adiantou Francisco Nunes Correia.

As áreas que o ministro português identificou como podendo "beneficiar mais da troca de experiências entre os dois países", são os impactes ambientais, a fiscalização e inspecção, os recursos hídricos, "importantíssimos para os dois países", as alterações climáticas, o ordenamento do território, a conservação da natureza e as áreas protegidas.

No entanto, Nunes Correia sublinhou a intenção do seu ministério de "colocar a ênfase na cooperação entre administrações", tirando partido de uma "proximidade natural, de uma familiaridade natural, entre portugueses e cabo-verdianos".

"O objectivo é tirar partido dessa realidade para criar um maior intercâmbio entre administrações, como visitas, criação de equipas conjuntas, com aprendizagens e experiências profissionais concretas, para que seja possível contribuir para o crescimento das capacidades próprias", apontou.

Nunes Correia lembrou ainda que este tipo de cooperação surge num momento em que o arquipélago "está numa fase de consolidação das suas estruturas de administração em matéria de Ambiente", sendo "um privilégio para Portugal poder dar um contributo para essa consolidação em Cabo Verde".

Entretanto, para a ministra do Ambiente, Agricultura e Pescas de Cabo Verde, reforçou a ideia defendida por Nunes Correia em como a cooperação entre Cabo Verde e Portugal, "é uma cooperação já histórica".

Apontou a consolidação e reforço da capacidade de intervenção da Direcção Geral do Ambiente, como de "particular importância", nomeadamente nas áreas da avaliação e impactes ambientais, da implementação de um conjunto de áreas protegidas e no ordenamento do território, onde existem já várias acções no terreno que datam da década de 80 do século XX.

Madalena Neves sublinhou ainda que existem novas áreas onde a cooperação pode ser de grande alcance, como é o caso da aplicação das convenções internacionais na área das mudanças climáticas e nos recursos hídricos" A visita do ministro português do Ambiente, Ordenamento do Território e Desenvolvimento Regional é, enfatizou Madalena Neves, "essencial para definir a forma de implementar projectos e acções concretas no quadro bilateral e da CPLP".

O programa de cooperação que vai consubstanciar os projectos nas áreas do Ambiente entre Portugal e Cabo Verde será elaborado ainda este ano, com os objectivos a ficarem traçados já na declaração conjunta que será assinada durante esta visita.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem