As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Eleitores escolhem hoje sexto presidente, três são favoritos
- 19-Jun-2005 - 10:59


Mais de 538 mil eleitores estão recenseados na Guiné-Bissau para votar nas presidenciais de hoje, das quais sairá o sexto presidente da Guiné-Bissau em 32 anos de independência.


Entre os 13 candidatos, três são favoritos, todos ex- presidentes - Malam Bacai Sanhá, apoiado pelo partido governamental, João Bernardo "Nino" Vieira, independente, e Kumba Ialá, sustentado pela maior força da oposição -, pelo que se perspectiva a possibilidade de uma segunda volta para apurar o vencedor.

Dos concorrentes, em que cinco são independentes, a única mulher é Antonieta Rosa Gomes, líder do Fórum Cívico Guineense/Social- Democracia (FCG/SD, extra-parlamentar), que já se apresentou às presidenciais de 1994 e de 1999, obtendo, em ambas, o último lugar.

Nas nove regiões administrativas em que se divide o país foram instaladas 2.219 assembleias de voto, que irão funcionar entre as 07:00 locais (08:00 em Lisboa) e as 17:00.

Para a votação foram destacados de mais de 240 observadores internacionais, nomeadamente das uniões Europeia (UE) e Africana (UA) e das comunidades de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

Os primeiros resultados, segundo a Comissão Nacional de Eleições (CNE), só deverão ser conhecidos na próxima quarta-feira, de forma a evitar situações como as registadas nas legislativas de Março de 2004.

Na altura, a CNE indicou que os primeiros resultados seriam conhecidos ainda na noite do dia da votação, mas os problemas que então existiram só permitiram a sua divulgação dez dias mais tarde.

Além de Bacai Sanhá, apoiado pelo Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), de "Nino" Vieira, Kumba Ialá, ajudado pelo Partido da Renovação Social (PRS) e de Rosa Gomes, concorrem outros nove candidatos, destacando-se Francisco Fadul, ex- primeiro-ministro e líder do Partido Unido Social-Democrata (PUSD, segundo maior da oposição).

Como independentes apresentam-se os embaixadores Adelino Mano Queta e Mário Lopes da Rosa, Iaia Djaló, ex-1º vice-presidente do PRS, e Paulino Empossa Ié, antigo secretário-geral do Partido do Progresso Guineense (PPG).

Apoiados pelos partidos que lideram apresentam-se também Aregado Mantenque Té (Partido do Trabalhador - PT), Faustino Imbali (também ex-primeiro-ministro e presidente do Partido Manifesto do Povo - PMP), Idrissa Djaló (Partido da Unidade Nacional - PUN) e João Tátis Sá (PPG).

Com a votação de hoje, que põe termo ao período de transição iniciado no seguimento do golpe de Estado de 14 de Setembro de 2003, cessa funções o presidente interino, Henrique Pereira Rosa.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem