As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Governo português acompanha a «crise com natural preocupação»
- 25-Jun-2005 - 14:20


O ministro da Defesa Nacional, Luís Amado, assegurou hoje, em Estremoz, que o Governo português acompanha "com preocupação" a situação que se vive na Guiné-Bissau, onde sexta-feira ocorreram confrontos entre populares e a polícia.


"A crise que se desenvolve na Guiné-Bissau tem vindo a acentuar-se e, por conseguinte, temos que acompanhar o que lá passa, responsavelmente e com natural preocupação", disse.

O ministro da Defesa falava aos jornalistas no final das cerimónias comemorativas do Dia das Forças Armadas Portuguesas, hoje realizadas em Estremoz, salientando a atenção do Governo relativamente à "crise" na Guiné-Bissau.

Na capital do país, Bissau, verificaram-se sexta- feira confrontos entre a polícia e manifestantes afectos a Kumba Ialá, de que resultaram três mortos, cinco feridos e 12 detidos.

Os confrontos "estalaram" durante uma manifestação de apoiantes de Kumba Ialá, candidato do Partido da Renovação Social (PRS), descontentes com os resultados das presidenciais do último domingo.

Segundo afirmou hoje o ministro Luís Amado, o Governo de José Sócrates está a acompanhar estes incidentes "com preocupação", já que a Guiné-Bissau "é um País com o qual Portugal tem grandes afinidades" e onde reside "uma comunidade portuguesa muito importante".

O governante explicou que esse acompanhamento está a ser feito através do ministério dos Negócios Estrangeiros e da embaixada de Portugal em Bissau.

"O Governo acompanha os acontecimentos na Guiné- Bissau há muito tempo", lembrou também Luís Amado.

As comemorações do Dias das Forças Armadas Portuguesas foram presididas pelo Chefe de Estado, Jorge Sampaio, e contaram também com a presença do Primeiro- Ministro, José Sócrates, e das principais autoridades civis, militares e religiosas do País.

Quanto à situação na Guiné-Bissau, depois dos dados provisórios, a Comissão Nacional de Eleições divulgou hoje os resultados definitivos e oficiais das presidenciais.

A necessidade de uma segunda volta foi confirmada, sendo disputada entre Malam Bacai Sanhá - apoiado pelo Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), no poder - e o candidato independente João Bernardo "Nino" Vieira.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem