As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Kumba Ialá aceita os resultados «em nome da democracia»
- 28-Jun-2005 - 12:33


O ex-presidente guineense Kumba Ialá anunciou em Dacar (Senegal) que aceita os resultados das eleições presidenciais de 19 deste mês "em nome da democracia" e dos "interesses superiores do país".


Kumba Ialá, que desta forma voltou atrás na sua posição, falava numa conferência de imprensa que promoveu na capital senegalesa, após um encontro com o Chefe de Estado do Senegal, Abdoulaye Wade.

O ex-presidente guineense prometeu ainda indicar em breve quem vai apoiar na segunda volta das eleições presidenciais na Guiné-Bissau Horas antes, Wade já se tinha reunido em separado com os dois candidatos mais votados nas presidenciais guineenses, Malam Bacai Sanhá, apoiado pelo Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), e João Bernardo "Nino" Vieira, que se apresenta como independente.

Os três primeiros classificados da votação deslocaram-se a Dacar no fim-de-semana a convite do presidente senegalês que, mandatado pela União Africana (UA), pretendia evitar uma nova crise política na Guiné-Bissau após a publicação dos resultados definitivos oficiais da primeira volta das presidenciais.

Segundo a Radio France International (RFI), Kumba Ialá afirmou que aceita os resultados eleitorais, embora continue a sustentar que foi o vencedor da primeira volta.

O ex-presidente guineense (2000-2003) prometeu indicar assim que chegar a Bissau quem, entre Bacai Sanhá e "Nino" Vieira, vai beneficiar do seu apoio na segunda volta.

Kumba Ialá apoiado pelo Partido da Renovação Social (PRS) foi o terceiro candidato mais votado na primeira volta, obtendo 25 por centro dos votos, contra 35,45 de Bacai Sanhá e 28,87 de Nino Vieira.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem