As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Coimbra preside à rede internacional SESAME e quer juntar PALOP e Brasil
- 7-Jul-2005 - 18:46


Coimbra foi escolhida para presidir a uma rede de cooperação internacional constituída por 15 cidades de média dimensão de vários continentes chamada SESAME e pretende agora estender a organização ao Brasil e outros países lusófonos.


Segundo adiantou hoje um responsável da organização, a escolha de Coimbra, pela primeira vez desde a fundação da SESAME, em 1992, ocorreu quarta-feira à noite.

No âmbito do Fórum Internacional de Negócios da rede, iniciado hoje em Coimbra, o representante da cidade anfitriã adiantou também que na assembleia geral da SESAME, marcada para sábado, serão submetidas à apreciação as linhas orientadoras para o mandato de um ano.

Na opinião de Horácio Pina Prata, vice-presidente da Câmara Municipal de Coimbra, a atribuição da presidência é já um sinal do acolhimento da ideia de alargamento da rede aos PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa) e Brasil.

Actualmente, a rede agrega cidades de média dimensão de vários continentes, mas não de África e da América do Sul. Já integra cidades da China, Rússia, Espanha, EUA, Canadá, Bélgica, Reino Unido, Itália, França, Hungria, Finlândia e Portugal (Coimbra).

O Brasil, que poderá entrar através de uma cidade geminada com Coimbra, é eleito em primeiro lugar nesta estratégia de alargamento, mas Horácio Pina Prata pretende que fique o compromisso de prosseguir a expansão para países como Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e S. Tomé e Príncipe.

A partir deste encontro de Coimbra ficou também consagrado que a língua portuguesa passará a ser uma das línguas oficiais, juntando- se ao francês e inglês até agora as eleitas, o que para o vice- presidente da Câmara de Coimbra "consolida essa estratégia" de alargamento.

Aproveitando a sua presidência de um ano, a autarquia conimbricense quer mobilizar os parceiros da rede para um projecto de envergadura que têm em preparação, em conjunto com outras entidades, - o Coimbra Inovação Parque - Parque de Inovação em Ciência, Tecnologia e Saúde.

"Queremos que seja um projecto de cooperação mundial", realçou Horácio Pina Prata, frisando que a intenção é fazer com que as cidades membro da rede funcionem como "embaixadoras de desenvolvimento económico em projectos relevantes".

O Coimbra Inovação Parque, nos arredores da cidade, abrange uma área de 100 hectares, e até final de 2006 deverá ficar concluída a primeira fase, numa extensão de 30 hectares. As suas áreas prioritárias são as ciências da vida e saúde, biotecnologia, telecomunicações, multimédia e novas tecnologias.

Para a consolidação do projecto já foi celebrada uma parceria com a Fundação Tecnocampus de Barcelona/Mataró, para o intercâmbio de empresas entre as duas cidades. Agora pretende-se alargar essa cooperação à SESAME.

A partir de hoje e até sábado, os 80 participantes no Fórum Internacional de Negócios vão conhecer projectos, estratégias e experiências levadas a cabo em cada uma das cidades tendo em vista o reforço da cooperação económica e institucional entre empresas, câmaras municipais, organizações públicas e privadas, universidades e escolas.

Parques empresariais e tecnológicos, cultura e património, gestão de centros históricos, turismo de negócios, energia, ambiente e qualidade de vida e infraestruturas de transportes são alguns dos domínios de discussão e partilha de experiências neste fórum.

Na sessão de abertura do encontro, o Governador Civil de Coimbra, Henrique Fernandes, considerou ser "este o caminho" de cooperação entre cidades de média dimensão num mundo globalizado.

Na sua perspectiva, trata-se de uma "mais valia" para Coimbra, "enquanto cidade do conhecimento", e que aposta nas novas tecnologias como estratégia de desenvolvimento.

Henrique Fernandes recordou ter uma "relação afectiva" com esta rede, por ter sido o responsável na Câmara de Coimbra, na qualidade de vereador, pela adesão ao projecto "SESAME", em 1992.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem