As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Bacai Sanhá recusa resultados e pede calma aos apoiantes
- 28-Jul-2005 - 17:19


Malam Bacai Sanhá, candidato declarado derrotado na segunda volta das presidenciais guineenses, anunciou hoje que não assinará qualquer documento da Comissão Nacional de Eleições (CNE) relativo aos resultados divulgados por esta instituição.


Falando, na sede do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC, no poder) que o apoiou, Bacai Sanhá pediu calma aos seus apoiantes, prometendo mais reacções para breve.

"Não vamos assinar nenhum documento. Não há nada para assinarmos. Mas, peço-vos que tenham calma, aguardando para breve as orientações que serão transmitidas pela directoria da minha candidatura", disse Bacai Sanhá, em resposta a insistentes apelos de jovens apoiantes que o incitavam a não assinar "nenhum documento" da CNE.

O candidato do PAIGC pediu ainda aos seus simpatizantes que se abstenham de quaisquer actos de violência porque, afirmou, tanto ele mesmo como o seu partido pugnam pelos princípios da não-violência na vida política.

Momentos após à publicação dos resultados provisórios, centenas de jovens apoiantes dos dois candidatos envolveram-se em confrontos em plena praça dos Heróis Nacionais, no centro da capital guineense.

Mais tarde, Bacai Sanhá e líderes de outras forças políticas que o apoiaram na segunda volta das presidenciais, dirigiram-se à sede do governo para se reunirem com o primeiro-ministro e líder do PAIGC, Carlos Gomes Júnior.

Entretanto, fonte da candidatura de Bacai Sanhá prometeu para esta tarde uma conferência de imprensa na qual se prevê uma reacção "mais substantiva" do candidato derrotado.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem