As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Sociedade civil quer negociações entre Nino Vieira e Bacai Sanhá
- 2-Aug-2005 - 20:02


As organizações da sociedade civil guineense propuseram hoje aos dois candidatos da segunda volta das presidenciais a abertura de negociações para tirar o país da situação de impasse em que se encontra.


Em carta aberta dirigida à directoria das duas candidaturas, as organizações da sociedade civil querem ver num frente-a-frente João Bernardo "Nino" Vieira e Malam Bacai Sanhá, tendo como pano de fundo a procura de uma solução negociada para o impasse eleitoral.

Em causa está a recusa por parte de Bacai Sanhá dos resultados provisórios da segunda volta das presidenciais de 24 de Julho último, que dão a vitória a "Nino" Vieira com de 19 mil votos.

Reconhecendo a legitimidade das aspirações das duas candidaturas, as organizações da sociedade civil guineense instam os dois campos a sentarem-se à mesma mesa para pôr fim ao clima de "crispação e de tensão" em que o país se encontra nos últimos dias.

As organizações lembram que os "interesses superiores da nação" devem estar por cima de quaisquer outras motivações particulares ou de grupos e que é seu objectivo evitar que o país "seja empurrado" para um impasse político "com riscos imprevisíveis".

Entretanto, sublinham que "Nino" Vieira e Bacai Sanhá gozam de uma grande simpatia junto dos guineenses, pelo facto de ambos serem "figuras históricas e queridas" no seio do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC).

Por esse motivo, apelam aos dois candidatos para respeitarem os valores da paz, da independência e unidade nacionais, fazendo cada um esforços para suplantar obstáculos, divergências, ódios ou frustrações, com espírito aberto e responsável face ao momento actual.

As organizações da sociedade civil guineense apelam, por outro lado, aos apoiantes e simpatizantes das duas candidaturas para que percebam "a delicadeza" do momento político que o país atravessa, evitando comportamentos ou atitudes que possam suscitar a violência.

Propõem ainda que as duas candidaturas aceitem a mediação da comunidade internacional, caso for julgado necessária, como meios que possam levar ao entendimento entre as duas partes.

Por último, as organizações da sociedade civil exortam o governo chefiado por Carlos Gomes Júnior para não se demitir das duas responsabilidades perante o processo enquanto garante da tranquilidade e segurança dos cidadãos.

A carta aberta foi endereçada às directorias das duas candidaturas em nome do Conselho Permanente de Coordenação das Organizações da Sociedade Civil, espaço que congrega mais de 20 organizações não governamentais guineenses.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem