As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Lei do investimento externo vai ser revista para ganhar eficácia
- 9-Sep-2005 - 19:02


O novo presidente da Agência Cabo-verd iana de Promoção de Investimentos e Exportações (CI) vai propor ao Governo uma " revisão profunda" da Lei do Investimento Externo, em que deverão ser introduzido s critérios de "maior eficiência e celeridade".


Empossado quinta-feira, Victor Fidalgo prometeu que a revisão em perspe ctiva irá reforçar as dimensões da "competitividade fiscal, simplicidade de proc edimentos, transparência de processos e segurança de bens", além de garantir "ma is justiça" entre o investidor estrangeiro e o nacional.

A qualidade também será um parâmetro a respeitar, uma vez que, segundo preconizou o novo presidente da CI, é necessário "respeitarem certas exigências" para que os projectos possam adquirir o estatuto de investimento externo.

Victor Fidalgo definiu como "objectivos fundamentais" a promoção de Cab o Verde como destino turístico, o incremento do comércio de bens e serviços de o rigem cabo-verdiana, a promoção do investimento externo e a consolidação do teci do empresarial nacional.

O turismo vai ser, claramente, a principal aposta do novo presidente da CI, que o encara como um "sector dinâmico do crescimento", recordando que repre senta cerca de 11 por cento do PIB e foi responsável por 56 por cento dos invest imentos externos feitos em 2004 no arquipélago.

Por isso, uma das "tarefas imediatas" da CI vai ser a elaboração de um plano de promoção de Cabo Verde no exterior, cujos contornos, tendo em vista o i nício da sua execução em 2006, "já estão a ser traçados" com o concurso de parce iros como a TACV - Cabo Verde Airlines.

A promoção das exportações, a aposta na instalação de zonas francas, a melhoria dos transportes inter-ilhas e a melhoria do clima legal para atracção d e maior fluxos de investimento são outros "objectivos a atingir" pela CI, de aco rdo com Victor Fidalgo.

A posse ao novo presidente da Agência Cabo-verdiana de Promoção de Inve stimentos e Exportações foi conferida pelo ministro da Economia, Crescimento e C ompetitividade, que saudou "sem reservas" o plano de actividades apresentado por Victor Fidalgo no seu discurso.

João Pereira Silva encorajou a materialização desse "ambicioso plano de trabalho", para cuja execução prometeu "todo o apoio institucional necessário" da parte do ministério da Economia, Crescimento e Competitividade e de todos os seus órgãos.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem