As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Nino Vieira poderá presidir ao Conselho de Ministros
- 3-Oct-2005 - 17:39


O novo presidente da Guiné-Bissau, empossado sábado último, presidirá à próxima reunião do Conselho de Ministros, prevista para quinta-feira, para ter o primeiro contacto institucional com o Governo, admitiu hoje um dos seus principais conselheiros.


João Cardoso, que falava aos jornalistas no final da cerimónia de "entrega" da Presidência a João Bernardo "Nino" Vieira - ausente da sessão -, indicou que essa possibilidade está prevista na Constituição e deve ser encarada como um "acto normal" entre os diferentes órgãos de poder.

João Bernardo "Nino" Vieira, no poder na Guiné-Bissau entre 1980 e 1999 e que, ao longo desse mesmo período, também liderou o Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), admitiu já publicamente que as divergências pessoais com o primeiro- ministro, Carlos Gomes Júnior, estão abaixo dos interesses do país, sublinhando que, por ele, a coabitação será possível.

Também Carlos Gomes Júnior, actual líder do PAIGC, afirmou sábado aos jornalistas estar "disponível" para manter um "relacionamento normal" com o chefe de Estado, enfatizando igualmente que o fundamental é o interesse na Guiné-Bissau.

Hoje, os assessores do presidente da transição guineense passaram à equipa do novo chefe de Estado todos os "dossiers" relativos à Presidência da República, numa breve cerimónia a que "Nino" Vieira não compareceu.

No acto, Henrique Rosa e assessores entregaram simbolicamente as "chaves" e a "documentação" da Presidência guineense a João Cardoso, que desdramatizou a ausência do novo chefe de Estado no acto.

João Cardoso adiantou que a equipa de assessores de "Nino" Vieira ainda está por definir, sublinhando que tal depende "única e exclusivamente" do novo presidente, que, nos próximos dias, "despachará" os assuntos correntes do Estado a partir da sua residência privada.

"O presidente "NinoÈ Vieira vai despachar a partir da sua residência particular (em Bissau) até que fiquem concluídas algumas obras quer no seu gabinete quer na Presidência. Nessa altura, o presidente tomará o seu lugar", justificou João Cardoso, sem adiantar pormenores.

Nas declarações aos jornalistas, e pela parte de Henrique Rosa, o seu ex-assessor para os Assuntos Jurídicos, Carlos Pinto Pereira, manifestou a "total disponibilidade da equipa cessante" para ajudar os futuros inquilinos da Presidência guineense.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem