As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Pedro Pires mantém expectativa sobre recandidatura
- 5-Oct-2005 - 20:11


O presidente de Cabo Verde, Pedro Pires, manteve hoje a expectativa sobre uma eventual recandidatura às presidenciais de 2006 ao remeter para "casa" qualquer resposta sobre o assunto.


Questionado se vai candidatar-se, Pires respondeu que "um político nunca diz nunca", mas logo acrescentou que "a resposta tenho que dar em casa. Não digo que sim nem que não".

Pedro Pires fez um balanço positivo de sua visita oficial ao Brasil, a segunda durante o mandato do presidente Lula da Silva, que incluiu deslocações aos Estados do Ceará, São Paulo, Rio de Janeiro e ao Distrito Federal.

"Considero que esta é uma viagem de sucesso. Já avançamos bastante em matérias económicas, e as relações entre Cabo Verde e os Estados do Nordeste brasileiro são portadoras de muitas potencialidades", assinalou.

Em Brasília, o presidente cabo-verdiano foi recebido na terça-feira, no Palácio do Planalto, pelo seu homólogo, Luiz Inácio Lula da Silva e teve ainda encontros com os presidentes do Senado, Renan Calheiros, da Câmara dos Deputados, Aldo Rebelo, e do Supremo Tribunal Federal (STF), Nelson Jobim.

Um dos assuntos que mereceram destaque nas conversas entre os dois chefes de Estado foi a situação da Guiné-Bissau.

"Nós estamos interessados na estabilidade política e governativa da Guiné-Bissau. Devemos procurar estar o mais próximo possível da Guiné-Bissau para ter um papel positivo no desenvolvimento da situação política desse país", sustentou Pedro Pires.

No comunicado conjunto divulgado esta terça-feira, Lula da Silva e Pedro Pires formularam "votos de êxito" ao novo presidente guineense, João Bernardo "Nino" Vieira, empossado no passado dia 01.

"A recente posse presidencial representa importante marco na história daquele país irmão, por assinalar o fim do período de transição política vigente desde Setembro de 2003 e por descortinar nova etapa, que se caracterizará pela plena recuperação do tecido institucional", lê-se no comunicado.

Na opinião de Pedro Pires, outros países de língua portuguesa, além de Portugal, Brasil e Cabo Verde, deveriam aproximar-se mais da Guiné-Bissau e dispor de uma representação diplomática no país.

O presidente cabo-verdiano disse também que a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) deve fortalecer sua presença na Guiné-Bissau para contribuir para reduzir as tensões e arregimentar um maior apoio da comunidade internacional ao país.

Pedro Pires reiterou o apoio de seu país à aspiração do Brasil de ocupar um assento permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas e considerou "valioso", tanto do ponto de vista político como técnico, o apoio manifestado pelo presidente Lula da Silva à entrada de Cabo Verde na Organização Mundial do Comércio (OMC).

O governo brasileiro destacou a disposição do Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai) de assinar com Cabo Verde um acordo quadro de comércio para estabelecer o marco jurídico e institucional visando a negociação de um futuro acordo de livre comércio entre as duas partes.

Este acordo, que pretende desenvolver a capacidade de exportação dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), foi proposto pelo presidente Lula da Silva na última cimeira da CPLP, em Julho de 2004, na capital são-tomense.

"Contamos com o apoio do Brasil para a assinatura deste acordo o mais rápido possível", afirmou ainda Pedro Pires à Lusa, sem avançar quaisquer em datas.

No documento conjunto, os dois presidentes reconheceram a necessidade de aumentar a presença económica brasileira em Cabo Verde, nomeadamente nos domínios dos transportes marítimos e aéreos e em projectos de infra- estrutura.

Os chefes de Estado manifestaram ainda satisfação com a possibilidade dos Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) aumentarem as ligações aéreas entre o arquipélago africano e o Nordeste brasileiro, hoje limitadas a um voo semanal, e com a parceria entre os dois países para a criação da primeira universidade pública cabo-verdiana.

Na área da saúde, os dois governos reafirmaram a importância do projecto de Cooperação Internacional no combate à SIDA, através do qual o Brasil garante o tratamento a todos os portadores do vírus HIV em Cabo Verde.

Pedro Pires viajou hoje para o Rio de Janeiro, onde será recebido pela governadora Rosinha Garotinho, e depois volta a Fortaleza, de onde regressará a Cabo Verde na sexta- feira.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem