As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Plano de Governação Electrónica vai custar 30 milhões de euros
- 18-Oct-2005 - 19:39


A aplicação do Plano de Acção para a Governação Electrónica (PAGE) em Cabo Verde vai custar 30 milhões de euros, revelou hoje o coordenador do Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação (NOSI), Jorge Lopes.


De acordo com aquele responsável, o plano, que terá uma vigência de cinco anos, constitui "um dos grandes pilares" do Programa Estratégico para a Sociedade de Informação (PESI), cujos custos globais deverão ultrapassar os 70 milhões de euros.

Ao fazer a apresentação do PAGE durante o segundo Fórum sobre a Sociedade de Informação, que decorre desde segunda-feira na cidade da Praia, Jorge Lopes considerou que se trata de um instrumento que vai colocar "definitivamente" Cabo Verde na era das Tecnologias de Informação.

"O PAGE prevê a criação de serviços públicos interactivos, a consolidação da democracia electrónica, a melhoria da administração pública, a materialização do conceito saúde para todos, a qualificação de recursos humanos e a capacitação tecnológica" explicou aquele responsável.

Estes seis eixos desdobram-se em 22 projectos autónomos, mas o PAGE contempla na totalidade cerca de 70, adiantou Jorge Lopes, para quem o documento resume uma "visão realista" do futuro de Cabo Verde.

A consolidação da democracia electrónica constitui um dos domínios prioritários do PAGE, pelo que o NOSI a trabalhar "empenhadamente", tendo em vista esse objectivo de "curto prazo", disse Jorge Lopes.

Assim, uma das acções que está a ser desenvolvida é a preparação de ferramentas de votação electrónica nas eleições, mas, segundo o coordenador do NOSI, ainda "não vai ser possível, como estava previsto", a realização de um experiência piloto já nas eleições presidenciais de 2006.

"Há alguns detalhes que não pudemos ainda resolver para atingirmos esse objectivo, embora o grosso do trabalho já esteja feito", revelou Jorge Lopes, garantindo que a votação electrónica em grande escala "deverá ser uma realidade nas eleições autárquicas" que se realizam dentro de três anos.

O segundo Fórum sobre a Sociedade de Informação, em que participam vários especialistas e instituições portuguesas e brasileiras do sector das tecnologias da informação, termina quarta-feira, devendo ser analisadas as experiências destes dois países em diferentes domínios de aplicação das tecnologias de ponta.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem