As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Bancada parlamentar do PAIGC reitera apoio ao Governo
- 22-Oct-2005 - 17:31


A bancada parlamentar do PAIGC reiterou hoje o "apoio total" ao governo guineense, liderado pelo seu presidente, Carlos Gomes Júnior, e desafiou a oposição a apresentar uma moção de censura ao executivo, alegando que detém ainda a maioria parlamentar.


A decisão foi comunicada aos jornalistas pelo líder parlamentar do Partido Africano de Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), Seidiba Sané, no final de uma reunião que o grupo parlamentar solicitou à direcção da força política no poder, que contou com a presença de Carlos Gomes Júnior.

"Manifestamos a nossa fidelidade ao partido e a nossa total solidariedade com o governo que está em funções. Sabemos que há manobras políticas tendentes a denegrir a imagem do governo, mas todos sabemos que este governo está a trabalhar para o bem do país", afirmou.

Seidiba Sané admitiu a possibilidade de o presidente da Guiné- Bissau, João Bernardo "Nino" Vieira, estar "por trás de todas essas manobras", utilizando, para tal, o recém-criado Fórum de Convergência para o Desenvolvimento (FCD), que congrega a maior parte dos partidos com assento parlamentar.

O líder parlamentar do PAIGC negou, por outro lado, o indicação de que 14 dos 45 deputados do partido se tenham assumido como independentes, defendendo que esse total "será apenas de nove ou dez".

Nesse sentido, referiu que o partido conta com o apoio de 54 deputados, "uma maioria absoluta no Parlamento", que conta com 100 parlamentares, razão pela qual o PAIGC "está tranquilo".

"Podem apresentar a moção de censura quando quiserem. Nós não vamos apresentar nenhuma moção de confiança ao governo", afirmou Seidiba Sané, que assim recusou o desafio lançado sexta-feira pelo FCD.

Segundo o líder da bancada parlamentar do PAIGC, dos 14 nomes que o FDC diz terem aderido a esse projecto, "há pelo menos quatro" que já protestaram, alegando que deram o nome "para uma iniciativa substancialmente diferente" e que "nunca assinaram qualquer adesão".

Seidiba Sané, contudo, não apontou o nome dos deputados em causa e considerou que o FCD tem andado a "desinformar" a população, "criando factos que não existem" com o objectivo de virar a população contra o governo.

"O Fórum não tem futuro, pois foi criado apenas para continuar o ciclo de algumas pessoas que têm estado a tentar subverter o processo de boa governação em curso", afirmou, aludindo a todos os partidos e personalidades políticas que apoiaram "Nino" Vieira na segunda volta das eleições presidenciais de 24 de Julho último.

Entretanto, Carlos Gomes Júnior, na qualidade de líder do PAIGC, recebeu hoje de manhã uma delegação de nove deputados independentes, oriundos do Partido da Renovação Social (PRS, maior da oposição), liderada por Iaia Djaló, candidato presidencial que apoiou Malam Bacai Sanhá na segunda volta da votação.

Questionado sobre o encontro, Carlos Gomes Júnior confirmou a reunião, mas nada adiantou sobre o respectivo teor com os antigos deputados do PRS, que elegeu, nas legislativas de Março de 2004, 35 parlamentares.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem