As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
BES vai construir hotel de cinco estrelas e montar sucursal na Praia
- 23-Oct-2005 - 15:21


O Banco Espírito Santo (BES) vai investir na construção de um hotel de cinco estrelas com 150 quartos e instalar uma sucursal em Cabo Verde, anunciou, na cidade da Praia, o seu administrador executivo, Pedro Amaral.


O grupo português vai, igualmente, abrir um banco off- shore no arquipélago, tendo já entregue, para essa operação e para a abertura da sucursal, os pedidos de autorização às autoridades competentes, nomeadamente o Banco de Cabo Verde e o Ministério das Finanças e do Planeamento.

De visita à capital cabo-verdiana, em cujo centro histórico, o "Plateau", vai ser construída a unidade hoteleira, Pedro Amaral não quis indicar os valores dos investimentos a fazer mas, em relação à sucursal, indicou que será um banco de raiz.

"Será a terceira sucursal do BES fora da Península Ibérica, depois de Londres e Nova Iorque, e terá autonomia para todo o tipo de operações, designadamente créditos e depósitos", explicou o responsável executivo do grupo financeiro português.

Quanto ao projecto hoteleiro e imobiliário, Pedro Amaral adiantou que constituirá "apenas o primeiro" do BES em Cabo Verde e será uma infra-estrutura "de qualidade" que também incluirá um centro de congressos "ao nível do melhor que há" actualmente no mundo.

"Queremos abrir uma nova dimensão na oferta turística da cidade da Praia, introduzindo o chamado turismo corporativo" explicou o administrador executivo do BES acrescentando que se trata de "dar continuidade", em Cabo Verde, à experiência que o BES já vem desenvolvendo em Portugal.

Tratando-se de uma unidade de cinco estrelas, Pedro Amaral garantiu que haverá uma "aposta grande na formação" dos futuros quadros e trabalhadores do hotel, que, em princípio, ficará situado onde, actualmente está instalado o quartel Jaime Mota das Forças Armadas cabo-verdianas.

Quanto a prazos, o responsável do BES afirmou que tudo decorrerá de acordo com o que é normal, mas garantiu que o grupo tudo fará para "agilizar os processos" e adiantar o mais possível de maneira que, "dentro de dois anos e meio", o projecto esteja concluído.

Pedro Amaral referiu-se às razões que levaram o grupo a investir em Cabo Verde, adiantando que a posição geográfica "cada vez mais lógica" do arquipélago, a estabilidade, o clima e a simpatia das pessoas foram "determinantes" para a decisão tomada.

Assim, "tudo se conjuga para o êxito dos investimentos" em perspectiva, de acordo com aquele responsável, que disse lamentar o atraso do BES em decidir-se a investir em Cabo Verde, para onde o grupo "já devia ter vindo há muito mais tempo".


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem