As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
«Jogos de guerra» arrancaram hoje na Cidade da Praia
- 25-Oct-2005 - 15:00


Os exercícios militares da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) arrancaram hoje na capital cabo-verdiana com a introdução de um programa informático que é novidade nos "jogos de guerra" dos oito países que integram a comunidade.


A quinta edição dos exercícios "Felino", que termina no próximo domingo, decorre num modelo de posto de comando, sem tropas no terreno, e vai ter por base um programa informático desenvolvido pelo Instituto de Estudos Superiores Militares (IESM) das Forças Armadas Portuguesas, em colaboração com o Instituto Politécnico de Tomar (IPT).

O oficial responsável pelo planeamento da parte portuguesa no "Felino 2005", tenente-coronel Alpedrinha Pires, explicou à Agência Lusa que o sistema informático a utilizar nestes exercícios é uma novidade absoluta tanto nas Forças Armadas portuguesas como na CPLP.

Este sistema, que tem como suporte a Internet, tem por objectivo permitir a gestão informática de todo o desenrolar dos exercícios e em tempo real, mas também no caso de surgir uma missão oficial que envolva militares da CPLP no âmbito das missões da ONU.

Desta forma é possível ao Estado-Maior Multinacional da CPLP "acompanhar e participar no desenrolar das operações em tempo real", explicou Alpedrinha Pires, adiantando que no âmbito de uma missão real é igualmente possível estar em contacto com todos os decisores políticos e militares.

A avaliação e a tomada de decisões estratégicas de natureza política e militar em tempo real é a "grande novidade" deste sistema desenvolvido pelo IESM e pelo IPT.

O posto de comando dos "jogos de guerra" do exercício "Felino 2005" está instalado no Instituto Superior de Educação da Cidade da Praia, que forneceu a rede de computadores onde as manobras militares terão uma evolução virtual mas que permite ajudar na uniformização dos métodos e da terminologia militar dos oito países que integram a CPLP.

Aliás, um dos objectivos da presente edição do "Felino" é a uniformização da linguagem e simbologia militares no seio da CPLP, tendo em conta que os países que integram a comunidade têm evoluções dispares, como, por exemplo, aqueles que inicialmente integraram os métodos e a simbologia da ex-União Soviética.

A par desta uniformização de normas, o "Felino 2005" visa ainda trabalhar um posto de comando, na modalidade de batalhão, integrando os três ramos das Forças Armadas, marinha, força aérea e exército, para funcionar em missões de paz e ajuda humanitária por incumbência da ONU.

No terreno virtual proporcionado pelo sistema informático foram criados, no território composto pela ilha de Santiago, quatro países, onde dois deles, "Seneguma" e "Macati", evoluem para uma situação de conflito onde a CPLP é chamada, pela ONU, a criar condições no terreno para o cumprimento de um acordo de paz.

Cabo Verde, com 32 militares, Portugal, com 12, Brasil, com cinco e Angola com três, constituem o grosso dos cerca de 60 oficiais que participam nesta quinta edição do "Felino".

Os restantes países, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Moçambique e Timor-Leste têm dois oficiais cada no exercício.

Depois de Portugal, em 2000 e 2001, e Brasil, em 2002, com evolução de unidades militares no terreno, o "Felino" teve em Moçambique, em 2003, um exercício semelhante ao que decore neste momento em Cabo Verde, só de posto de comando, tendo Angola, em 2004, recebido os exercícios, novamente com tropas em acção, e, para 2006, a "acção" regressa ao Brasil, a decorrer novamente no terreno.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem