As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Brasil vai enviar anti-retrovirais com fórmulas pediátricas
- 22-Nov-2005 - 22:37


O Brasil vai enviar medicamentos anti-retrovirais com fórmulas pediátricas a quatro países de língua portuguesa, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, e também à Bolívia e ao Paraguai.


A iniciativa faz parte da campanha lançada hoje no Brasil pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e o Ministério da Saúde do Brasil para conter a transmissão da Sida entre crianças e adolescentes.

"É uma campanha pelo futuro de uma geração", afirmou a representante da UNICEF no Brasil, Marie-Pierre Poirier.

Segundo a responsável, uma criança menor de 15 anos morre por minuto em todo o mundo devido à Sida.

Mais de dois milhões de crianças são portadores do vírus HIV e cerca de 15 milhões ficaram órfãos devido à pandemia, de acordo com a UNICEF.

O lançamento desta campanha no Brasil contou com a participação de representantes dos seis países parceiros na iniciativa de cooperação Sul-Sul com o Brasil no âmbito da Sida - Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, Bolívia e Paraguai.

Nos últimos meses, o Governo brasileiro doou e a UNICEF assegurou o transporte de medicamentos anti-retrovirais, de valor superior a 500 mil dólares (426 mil euros), para estes seis países e também para outros da África, como Moçambique e Burkina Faso, e da América Latina.

"O balanço do primeiro ano de cooperação com o Brasil em matéria de Sida é muito positivo", afirmou o director geral de Saúde da Guiné-Bissau, Tomé Cá.

Segundo o responsável, os tratamentos com anti-retrovirais já começaram na Guiné-Bissau e um grupo de técnicos guineenses já foi formado com a ajuda dos brasileiros.

Tomé Cá informou ainda que a campanha direccionada a jovens e crianças já foi lançada no país pela UNICEF mas espera que o Brasil possa colaborar com a Guiné-Bissau, fornecendo materiais informativos sobre a Sida em língua portuguesa.

O director de Saúde explicou que a maioria dos materiais utilizados em campanhas contra a Sida na Guiné-Bissau é escrito em inglês ou em francês, já que o país se encontra numa região de influência francófona.

Este tema deverá ser abordado também durante o I Congresso Lusófono de Luta contra a Sida, que decorrerá em Luanda, entre 29 de Novembro e 02 de Dezembro.

O Brasil, além de fornecer o acesso universal aos medicamentos anti-retrovirais aos seis países parceiros na iniciativa de cooperação Sul-Sul, incluindo agora fórmulas pediátricas, vai enviar também "kits" de testes do HIV para grávidas.

"Estes países serão apoiados ainda em acções de mobilização social e de prevenção ao HIV. Somos todos convocados para nos juntar ao esforço mundial para vencer a epidemia", assinalou a representante da UNICEF no Brasil.

De acordo com Marie-Pierre Poirier, 21 mil crianças brasileiras vivem com o HIV.

A campanha "Unidos com as crianças e os adolescentes. Unidos vamos vencer a Sida!" defende a urgência do acesso à informação e aos meios de prevenção do vírus HIV, assim como o acesso universal ao tratamento.

A meta do Governo brasileiro é reduzir para próximo de zero os casos de transmissão vertical (de mãe para filho) da Sida, que actualmente somam 400 no país.

Sem intervenções preventivas, cerca de um terço dos recém- nascidos de mães seropositivas poderá contrair o vírus durante o parto ou a amamentação.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem