As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Oposição apresenta cabeças de lista para as eleições legislativas
- 23-Nov-2005 - 13:57


O Movimento para a Democracia (MpD, principal força da oposição em Cabo Verde) apresentou os cabeças de lista às legislativas Janeiro de 2006, destacando a renovação em 50 por cento das escolhas de há quatro anos.


Na lista tornada pública pelo MpD, os quatro mais importantes círculos eleitorais são ocupados pelo presidente do partido, Agostinho Lopes, no concelho da Praia (Santiago), em são Vicente concorre Rui Figueiredo Soares, no Sal Janine Lélis e em Santa Catarina (Santiago) é Mário Silva que encabeça a lista.

Outra novidade da Lista é Casimiro de Pina que pela primeira vez lidera a lista do MpD no concelho de Mosteiros (Fogo), enquanto Orlanda Ferreira volta a concorrer no Paúl (Santo Antão).

Ainda na Ilha de Santo Antão, Jorge Santos, que saiu do partido em 95 e regressou em 2004 para disputar a liderança conquistada por Agostinho Lopes, está a frente da lista para a Ribeira Grande.

Na Brava concorre José Maria Barros, enquanto José Luís Santos é de novo o candidato para a Boa Vista e Joana Rosa surge à frente da lista no Maio.

Completam a lista Alcindo Rocha (Porto Novo, Santo Antão), Teófilo Figueiredo (São Nicolau), Orlando Dias (Santa Cruz, ilha de Santiago), Clemente Garcia (São Domingos, Santiago), Jorge Nogueira (São Filipe, Fogo), Filipe Furtado (São Miguel, Santiago) e Mário Fernandes (Tarrafal, Santiago).

Rui Figueiredo Soares, dirigente do MpD, afirmou, durante a apresentação das apostas do partido para 22 de Janeiro próximo, que um dos principais critérios para a escolha destes nomes foram as sondagens que o partido realizou nos diversos concelhos para "testar a popularidade dos concorrentes".

"Por isso, ainda não foram apresentados os cabeças de lista para a emigração onde foi impossível realizar a sondagem", acrescentou.

Rui Figueiredo Soares indicou ainda que estes nomes vão ser confirmados pela direcção nacional e, depois, a direcção política do partido vai proceder, com as estruturas concelhias do MpD, à escolha dos restantes integrantes das listas.

As eleições legislativas em Cabo Verde estão marcadas para 22 de Janeiro de 2006 e as listas concorrentes deverão começar a ser apresentadas oficialmente no dia 03 de Dezembro.

Entretanto, na terça-feira, no parlamento, que está reunido na sua penúltima sessão da presente legislatura, a bancada do PAICV (no poder) questionou a escolha por parte da Comissão Nacional de Eleições (CNE) do advogado e candidato do MpD por Santa Catarina, Mário Silva, para ministrar formação sobre o processo eleitoral a delegados e membros das mesas de assembleia de voto das próximas eleições.

O líder da bancada do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Rui Semedo, justificou este descontentamento com a ideia de que "em democracia não se poder ser árbitro e jogador ao mesmo tempo".

Em resposta, o presidente da CNE, Bartolomeu Varela, afirmou que, apesar de respeitar a opinião do líder da bancada do PAICV, não concorda com ela, uma vez que, no seu entender, "Mário Silva possui competências na matéria para realizar esta formação e que os delegados são pessoas idóneas que não se deixarão influenciar".

Bartolomeu Varela acrescentou que embora os partidos já tenham anunciado as suas preferências na composição das listas, ainda não há nada oficial uma vez que as candidaturas não foram formalmente apresentadas.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem