As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Três pequenos partidos à conquista do parlamento
- 21-Dec-2005 - 16:21


Três dos cinco partidos concorrentes às legislativas de 22 de Janeiro, em Cabo Verde, entregaram já as listas nos círculos em que concorrem na expectativa de chegarem, desta vez, ao parlamento.


As duas maiores forças políticas cabo-verdianas, o Partido Africano para a Independência de Cabo Verde, (PAICV actualmente no poder), e Movimento para a Democracia, (o MpD, maior partido da oposição) concorrem em todos os 20 círculos eleitorais.

O Partido da Renovação Democrática (PRD), a União Cristã, Independente e Democrática (UCID) e o Partido Social-democrata (PSD), considerados pequenos partidos, optaram por apresentar candidaturas apenas onde têm hipóteses de eleger, desistindo dos círculos que só elegem dois deputados, porque a bipolarização existente no país faz com que o MpD e o PAICV dominem essas votações.

O PRD espera eleger parlamentares nos círculos que elegem mais do que quatro deputados, nomeadamente na Assomada.

"É evidente que no dia 22 de Janeiro ou o PAICV volta a ganhar ou o MpD ganha, não há outra hipótese. Por isso o nosso objectivo é conquistar espaço no parlamento" disse o presidente do partido, Victor Fidalgo, acrescentando que nos círculos que elegem mais de quatro deputados "é possível, com um bom trabalho, eleger deputados".

O PRD apresentou listas em nove círculos eleitorais do país: Praia, São Domingos, Santa Catarina, Santa Cruz, São Miguel, Tarrafal, Sal, São Vicente e Porto Novo.

Segundo Victor Fidalgo, o partido "não tem ambição e nem vocação de conquistar o poder", tendo por objectivo apenas conquistar alguns lugares no parlamento cabo-verdiano.

Pelas mesmas razões a UCID já anunciou que se candidata apenas em São Vicente, Praia e nos círculos da emigração (Europa, África e América).

O PSD concorre só na Praia, Fogo e na emigração.

Dos partidos oficialmente existentes em Cabo Verde apenas o PCD e o PTS não fizeram a entrega de qualquer dossier junto das diversas comarcas, confirmando-se que elementos seus irão integrar as listas do MpD e do PAICV como independentes.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem