As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Apenas dez partidos têm listas de candidatos afixadas
- 5-Mar-2003 - 18:46

Dos 24 partidos políticos legalizados na Guiné-Bissau, apenas 10 tiveram hoje as suas listas de candidatos às eleições legislativas antecipadas de 20 de Abril afixadas pelo Supremo Tribunal de Justiça (STJ).


No local da afixação é também fornecida a informação de que existem alguns processos de partidos e coligações pendentes que poderão ainda ser afixados, embora sem especificar quantos.

Para já, são candidatos o Partido da Renovação Social (PRS), o Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), União para a Mudança (UM), Partido da Unidade Nacional (PUN), a Resistência da Guiné-Bissau (RGB), da ala de Salvador Tchongó, o Partido Socialista Guineense (PSG), Partido Manifesto do Povo (PMP), o Partido Democrático Guineense (PDG), o Partido Democrático Socialista (PDS) e o Movimento Democrático Guineense (MDG).

Fora da lista provisória de partidos concorrentes às legislativas de 20 de Abril ficaram, entre outros, a coligação "Plataforma Unida", de Hélder Vaz e Victor Mandinga, e ainda o Partido Unido Social Democrata (PUSD), do ex-primeiro ministro Francisco Fadul, que liderou o Governo de Unidade Nacional após a guerra de 1998/99, terminada com a deposição do ex-presidente João Bernardo "Nino" Vieira.

A afixação das listas surge no dia em que o presidente guineense, Kumba Ialá, afirmou que não vai haver qualquer mudança nos prazos afixados, quando no país já estava instalada a ideia de que a data de 20 de Abril seria alterada por falta de condições orgânicas para a realização das eleições.

Todavia, mantém-se actual a informação adiantada à Agência Lusa em como não existem condições para cumprir o processo legal de preparação das eleições, nomeadamente a actualização do recenseamento eleitoral, a preparação das brigadas eleitorais e ainda a campanha de informação cívica.

Se as eleições, como o afirma Kumba Ialá, forem a 20 de Abril, data estipulada há cerca de dois meses por decreto presidencial, faltam exactamente 25 dias para o arranque da campanha eleitoral, que na Guiné-Bissau decorre por 21 dias.

Alguns líderes partidários contactados pela Agência Lusa admitem que este prazo já era conhecido, mas lembram que há todo um conjunto de requisitos legais que devem ser seguidos para que as eleições sejam "de facto" livres, transparentes e justas.

Também hoje a comunidade internacional, após um encontro com Ialá, colocou, pela voz do delegado da União Europeia em Bissau, como condição para o desbloqueio do financiamento do processo eleitoral a garantia de que a ida às urnas será "justa e transparente".

Os custos estimados pela Comissão Nacional de Eleições (CNE) para a realização normal do processo eleitoral é de três milhões de euros.

Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem