As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Fundação Calouste Gulbenkian atenta a novos artistas angolanos
- 6-Mar-2003 - 14:41

O director dos Serviços de Belas Artes da Fundação Calouste Gulbenkian, Manuel Costa Cabral, manifestou-se hoje impressionado com a qualidade dos trabalhos de artistas plásticos angolanos.


Manuel Cabral falava à Agência Lusa na abertura de uma exposição de pintura no Centro Cultural Português, em Luanda, onde se encontra uma delegação da Gulbenkian a fazer um levantamento dos artistas de expressão lusófona.

"Existem novos valores com coisas interessantes e há qualidade no trabalho dos artistas angolanos. O que se procura é exactamente saber quem são. A arte é uma coisa que não está parada no tempo, está sempre em evolução e há novos valores a aparecer", salientou Manuel Cabral.

A visita da delegação da Fundação Gulbenkian insere-se no âmbito de uma digressão a todos os países de expressão lusófona em África, para lançar e trabalhar no projecto "Arte-África", que tem por objectivo fazer o levantamento dos artistas contemporâneos.

"Estamos a fazer também o mesmo trabalho na diáspora. Tudo isto com o objectivo de concluir em 2004 um site na Internet de divulgação das obras dos artistas africanos" afirmou.

Segundo Manuel Cabral, o site será uma plataforma de intercâmbio entre os artistas e as instituições portuguesas e internacionais, mas também de divulgação para as pessoas em geral.

A Fundação Calouste Gulbenkian já realizou o levantamento dos artistas em Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe, devendo em Novembro seguir para Moçambique.

O secretário-geral da União Nacional dos Artistas Plásticos (UNAP), Tomás Ana "Tona", referiu que este projecto da Fundação Calouste Gulbenkian é uma forma de cooperação entre os povos.

"Penso que é uma forma de cooperação entre os povos. Apesar de ser um projecto restrito, apenas para a busca de dados e posterior informação para outras latitudes do universo, não só motivará os artistas no acesso à Internet, como vai permitir a outros povos consultar este site", considerou Tomás Ana "Tona".

Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem