As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Rádio portuguesa une-se a mais de 600 estações contra o racismo
- 18-Mar-2003 - 19:47

A Rádio Universidade FM, da cidade portuguesa de Vila Real, vai juntar-se na sexta-feira à emissão de mais de 600 estações de todo o mundo para, em conjunto, celebrarem o Dia Mundial Contra o Racismo, anunciou hoje fonte da emissora.


Pelo sexto ano consecutivo, a Universidade FM, numa parceria com a Associação Mundial de Rádios Comunitárias (Amarc), associa-se a outras rádios de todo o mundo numa emissão que terá duas horas em português, entre as 13:00 e as 15:00 horas.

A "Rádio Vozes Sem Fronteiras" (RVSF) é uma transmissão internacional produzida pela Amarc e por rádios comunitárias, com o objectivo de reforçar os elos de ligação entre aquelas estações radiofónicas e promover o acesso de grupos minoritários aos media.

A transmissão vai ter sede em Johannesburgo, na África do Sul, e explorará temas como racismo, discriminação política, social, académica e profissional, xenofobia e ainda o slogan "Sim à paz, não ao fascismo".

Também estarão em debate as ligações entre a "Guerra contra o Iraque" e o racismo, o movimento internacional pela paz e a antidiscriminação e a construção da guerra pelos media.

Estarão presentes nos estúdios da Universidade FM estudantes africanos e do leste europeu que estudam na Universidade de Trás- os-Montes e Alto Douro, de Vila Real.

Os intervenientes nesta "mesa-redonda" estarão ao vivo com mais 11 rádios do Brasil, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Angola, Estados Unidos, Guiné, Moçambique, Timor-Leste, Luxemburgo e Macau, para "fazerem ouvir mais alto a voz de diferentes culturas".

Desde 1998, ano da primeira emissão da RVSF e em que 50 rádios emitiram durante 24 horas ao vivo via Internet, por satélite e ondas hertzianas, que a Rádio Universidade tem participado desta iniciativa com outras rádios de difusão em português, como a Rádio Favela, de Belo Horizonte, Brasil, Rádio 2000, de Lubango, em Angola, e o Instituto de Comunicação Social, em Moçambique.

Segundo a fonte, o então denominado "Triângulo Lusófono" - Europa, África e América -, foi ampliado há dois anos à Ásia, no sentido de divulgar ao mundo todas as rádios e comunidades em que o português é a língua oficial, assim como dar voz a comunidades e minorias étnicas.

As Nações Unidas declararam 21 de Março como o Dia Internacional Contra a Discriminação Racial para assinalar a data em que na África do Sul, em 1960, ocorreu um massacre durante uma manifestação pacífica contra o "apartheid", em Sharpeville.

Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem