As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Governo quer flexibilização da ajuda para enfrentar choque externo
- 27-Mar-2003 - 16:58

O ministro das Finanças de Cabo Verde, Carlos Burgo, pediu hoje em Bruxelas "alguma flexibilização" da ajuda europeia para que o país enfrente melhor o "choque externo" provocado pelo aumento do preço do petróleo.


O responsável governamental cabo-verdiano esteve reunido durante uma hora com o comissário europeu para o Desenvolvimento, Poul Nielson, com quem discutiu o relacionamento entre Cabo Verde e a União Europeia (UE).

"A razão principal da reunião foi a necessidade de se dar alguma flexibilização na utilização de alguns recursos disponíveis para Cabo Verde, tendo em conta a situação económica actual", disse Carlos Burgo à agência Lusa no final do encontro com Poul Nielson.

O ministro afirmou que Cabo Verde está a enfrentar um "choque externo" provocado pela subida do preço dos combustíveis e por "uma guerra (no Iraque) que não está a ajudar".

Cabo Verde pretende utilizar recursos destinados a "situações de emergência".

"Pensamos que a deterioração dos termos de troca justifica o acesso a esses recursos", defendeu Carlos Burgo.

O país pretende, por exemplo, mais apoios "para financiar reformas no sector energético que conduzirão a ganhos de eficiência na produção de energia eléctrica".

Para Carlos Burgo, este pedido não altera o padrão actual da ajuda comunitária ao arquipélago, que se concentra nas áreas de "água e saneamento" básico.

O ministro das Finanças de Cabo Verde está em "missão de sensibilização", preparatória da próxima ronda de conversações formais com a UE.

Antes de regressar à Cidade da Praia, Carlos Burgo deslocar-se- á a Roma, para encontros com o governo italiano e o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola, a Cartum, para se reunir com a direcção do Banco Árabe para o Desenvolvimento Económico, e a Tunes, para uma reunião com a direcção do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD).

Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem