As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Sistema de telecomunicações moderno inaugurado na ilha do Fogo
- 3-Apr-2003 - 22:14

A ilha do Fogo, em Cabo Verde, dispõe a partir de hoje de um dos mais avançados sistemas de telecomunicações com a inauguração de uma central de feixes hertzianos ligada à capital do país.


Trata-se de um investimento de cerca de 30 mil contos (272 mil euros) da Cabo Verde Telecom, participada em 40 por cento pela portuguesa PT Internacional, que irá melhorar as telecomunicações e torná-las mais seguras.

Para Pires Correia, presidente da comissão executiva da empresa cabo-verdiana, com esta central fecha-se o anel terrestre de cabo de fibra óptica, permitindo a rápida normalização do serviço em caso de avaria.

A central de telecomunicações, ou "rádio link", com uma potência de 155 MB, fica instalada em Achada Furna.

A Cabo Verde Telecom já tinha a funcionar em Mosteiros (ilha do Fogo) uma outra central, com 34 MB, mas incapaz de satisfazer com qualidade os clientes.

Ambas as centrais ficam ligadas por feixes hertzianos com uma outra do Monte Tchota, nos arredores da capital do país, a Cidade da Praia.

A Cabo Verde Telecom concluiu em 2002 o fecho do anel de cabo submarino em fibra óptica entre sete ilhas habitadas, deixando de fora a ilha do Fogo e a vizinha ilha da Brava, por problemas com os fundos marinhos, pelas características sísmicas e de vulcanismo de ambas.

Humberto Betencourt Santos, presidente do conselho de administração da empresa, realçou que, com o fecho do anel terrestre de fibra à ilha do Fogo, com uma extensão de 94 quilómetros, é possível triplicar os circuitos e assegurar a transmissão de sinal rádio e de televisão.

O primeiro-ministro cabo-verdiano, José Maria Neves, que presidiu à sessão, destacou o facto de este investimento evidenciar o percurso de sucesso da CV Telecom, num sector que assegura ganhos competitivos para o país.

"É um instrumento que permite o desenvolvimento de tecnologias administrativas e de gestão, que podem contribuir decisivamente para o desenvolvimento de Cabo Verde", concluiu o governante.

Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem