NCaster Has not been assigned a template for this catogory. This site is powered by Project ncaster
using defalts layout "Fazemos uma avaliação muito positiva da cooperação que é para continuar mas estamos a meio de um ciclo que termina em 2007 e começámos a pensar no que fazer a seguir", disse à Agência Lusa o secretário de Estado que no sábado termina uma visita de quatro dias a Moçambique.

Entre as várias possibilidades de apoio que estão a ser discutidas entre os dois países contam-se a formação de formadores, a criação de áreas nobres, como forças especiais, e a preparação das forças armadas moçambicanas para missões de paz a nível regional ou integradas no âmbito da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa).

Hoje, João Mira Gomes visitou em Nacala, cidade da província de Nampula, o Centro de Formação de Forças Especiais, o qual conta com o apoio português a nível de pessoal docente e de material.

"Estamos igualmente a tentar formas de melhorar as condições de vida na unidade e para já vamos ajudar na captação de água", disse o governante português.

Em Nampula, Mira Gomes visitou outras instituições que beneficiam da cooperação portuguesa, como a Academia Militar Marechal Samora Machel e o Núcleo de Medicina Aeronáutica.

A visita do responsável português a Moçambique termina sábado, com uma deslocação ao Centro de Formação de Fuzileiros Navais, em Catembe, na província de Maputo.