As Notícias do Mundo Lusófono
 
Tudo sobre o Mundo Lusófono Votar à página principal
     Última Hora:

 
          em   
 


 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Lorosae
 » Comunidades
 » CPLP

 « Arquivo »

 


 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Manchete


Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 


 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios





 
  news  
Diário on-line de Estudantes em Aveiro supera 900 consultas por dia
- 31-Oct-2006 - 19:17


Um jornal diário cabo-verdiano em suporte digital, o www.vozdipovo-online.com, editado a partir de Aveiro por um grupo de estudantes universitários, ultrapassou as 900 consultas por dia, disse hoje à Lusa o seu responsável, Amílcar Tavares.


Por Miguel Souto
da agência Lusa

O sucesso imprevisto da edição on-line já obrigou a alterações do alojamento no servidor e, segundo Amílcar Tavares, começa a deparar- se com a necessidade de criar uma estrutura profissionalizada.

Amílcar Tavares tem a particularidade de, todos os dias, actualizar o Voz di Povo com notícias sobre Cabo Verde sem ir ao seu país desde há 10 anos porque "as passagens são caras".

Aluno de Engenharia Mecânica na Universidade de Aveiro, é um autodidacta do jornalismo, das novas tecnologias e de tudo um pouco, dedicando-se ainda a "trabalhar aqui e ali" para se manter em Portugal a estudar.

Para colocar a actualidade do seu país on-line, conta com informações que lhe vão chegando de amigos e colaboradores, embaixadas, nomeadamente a portuguesa, e de sites internacionais onde recolhe informação, que reproduz "em respeito pelos direitos de autor".

"Há pessoas que me vão enviando conteúdos e esse é um dos aspectos que gostaria de ver reforçado, o do jornalismo do cidadão", explica à Lusa.

O jornal reparte-se pelo noticiário relativo a Cabo Verde, CPLP, África, Mundo, Sociedade, Cultura, Negócios e Desporto, contando ainda com um espaço de opinião com colaboradores fixos, na maioria outros estudantes amigos, e com ligações para blogs pessoais.

O Voz di Povo on-line começou por ser um blog de Amílcar Tavares e foram os cibernautas que obrigaram à transformação num jornal on-line.

"O site foi criado simbolicamente a 05 de Julho de 2004, por ser a data da independência. Tudo começou por uma página pessoal que criei, mais do que por saudade, para tornar Cabo Verde mais conhecido, após verificar que não havia um site institucional de divulgação em várias línguas, apesar do turismo ser a principal actividade económica.

Comecei a receber mails de pessoas que pediam informações para ir de férias, sobretudo portugueses, e fui aperfeiçoando a página. Um deles até me mandou uma reclamação por ter perdido a bagagem", recorda Amílcar Tavares, explicando que foi assim que surgiu a ideia de fazer um jornal.

Os que existiam, na sua perspectiva "eram muito virados para a política doméstica" e o Voz di Povo trouxe "uma visão mais lusófona e universalista".

"É, sobretudo, um jornal plural e independente de simpatias partidárias. Se estivesse lá (em Cabo Verde), possivelmente não teria uma visão tão ampla do que se passa. O cabo-verdiano, quando sai, passa a olhar as coisas de outra forma", garante, concluindo que o que chama a atenção das pessoas para o seu jornal é "a selecção de conteúdos, o facto de ser alegre e descomprometido".

Nessa linha de imparcialidade, a escolha do nome é um risco assumido, já que lembra o nome de um jornal que existia no tempo do regime de partido único.

"Entendi recuperar o nome, mas com uma visão completamente diferente e quem vai ao site constata-o", sustenta. Quando o jornal começou havia sete ou oito visitantes por dia e quando chegou aos 20 Sfoi motivo de grande satisfação. Hoje, a média de consultas diárias ultrapassa as 900 e conta com um painel de 130 leitores registados, que comentam os conteúdos e recebem as últimas por e-mail.

Os cerca de 100 estudantes cabo-verdianos que estudam na Universidade de Aveiro conhecem bem o site e as notícias que lá são postas servem de tema às conversas nos cafés e cantinas que frequentam. É uma forma de estarem a par do seu país.

A amadora "redacção", além de Amílcar Tavares, conta com outros dois estudantes da Universidade de Aveiro, dois colaboradores em Cabo Verde e um em Lisboa, todos por "carolice", mas já se pensa em voos mais altos, como contratar um jornalista profissional em Cabo Verde e explorar comercialmente o site.


Voltar

Ver Arquivo

 
 
Participe na Lista de discussão sobre a Lusofonia
 
  Copyright © 2002 Notícias Lusófonas | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos |
design e programação