As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Portugal
Antigos combatentes guineenses reivindicam pensões e reformas
- 10-Jun-2007 - 19:12


Mais de 50 antigos combatentes guineenses das Forças Armadas Portuguesas (FAP) manifestaram-se este domingo frente à Embaixada de Portugal em Bissau para reivindicar o pagamento de pensões e reformas.


«Estamos aqui a reivindicar os nossos direitos que são reformas, pensões de sangue e invalidez» para as pessoas que, há 34 anos, combateram do lado dos portugueses, afirmou o presidente da Associação dos Combatentes Portugueses na Guiné-Bissau, Marques Vieira.

«França, Inglaterra e Alemanha pagaram os direitos aos seus antigos combatentes, porque razão Portugal não paga aos seus?», questionou o responsável, adiantando que também pretendem saber se vão «ser pagos na Guiné-Bissau ou se vai tudo para Portugal».

Lembrando que há antigos combatentes doentes sem assistência médica, o porta-voz da associação, Malam Mané, frisou que, quando os portugueses se foram embora daquele território os guineenses foram perseguidos e alguns fuzilados.

Nesse sentido, a Associação dos Combatentes Portugueses da Guiné-Bissau apela ao Estado português para assumir as suas responsabilidades, após já se terem manifestado no passado dia 25 de Abril, com as mesmas exigências.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
 
 Ligações
Portugal Car Hire
Faro Car Hire  
       
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design e SEO Portugal por NOVAimagem