As Notícias do Mundo Lusófono
 
Tudo sobre o Mundo Lusófono Votar à página principal
     Última Hora:

 
          em   
 


 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Lorosae
 » Comunidades
 » CPLP

 « Arquivo »

 


 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Manchete


Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 


 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios





 
  news  
Luanda e Tóquio estudam acordo petrolífero e cooperação
- 1-Oct-2007 - 12:03


Angola e Japão estudam a possibilidade dos japoneses ajudarem a refinar petróleo angolano em troca receberem energia, anunciou hoje fonte do Ministério da Economia, Comércio e Indústria do Japão (METI).


Em Setembro, o METI enviou uma delegação a Angola para se encontrar com o ministro da Indústria, Joaquim David, e com dirigentes da companhia de petróleo Sonangol, segundo disse uma fonte do METI que não se quis identificar ao Dow Jones Newswires.

"Estamos a tentar estabilizar as nossas necessidades de petróleo e de gás natural através da diversificação das fontes de energia (importada)", afirmou outro funcionário do METI.

Ainda não foi estabelecido nenhum acordo mas o METI continuará a trabalhar para alcançar resultados, sustentou o mesmo funcionário.

O Japão é um país com escassos recursos energéticos e em 2006 foi obrigado a importar 4.25 milhões de barris de petróleo, 90% do Médio Oriente e menos de 1% de Angola, segundo dados do METI.

Angola é o membro mais recente da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e produz cerca de 1.7 milhões de barris de petróleo por dia. É o segundo maior exportador deste recurso energético para a China, o principal rival do Japão na competição global pela energia.

A China importou 3.33 milhões de barris por dia entre Janeiro e Agosto, 14% de Angola e 15% da Arábia Saudita, segundo informações da Administração Geral Alfandegária chinesa.

Hoje foi anunciado que uma delegação de 47 empresários japoneses vai visitar Angola, de 13 a 16 de Outubro, para contactos com as entidades governamentais e empresariais angolanas.

Segundo a mesma fonte, a missão empresarial, a primeira ao país, tem como objectivo a análise do mercado angolano para futura cooperação entre os dois países.

A delegação integra empresários que se dedicam a actividades relacionadas com a fabricação e venda de materiais de construção, veículos e motores, produtos químicos, energia, alimentação, televisão por cabo e projectos de urbanização.


Voltar

Ver Arquivo

 
 
Participe na Lista de discussão sobre a Lusofonia
 
  Copyright © 2002 Notícias Lusófonas | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos |
design e programação