As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Congresso do PAICV terá lugar no final do mês
- 5-Jun-2003 - 14:47

O PAICV, partido no poder em Cabo Verde, vai realizar entre 27 e 29 de Junho o seu próximo congresso, no qual não deverá ser apresentada qualquer candidatura concorrente à do actual presidente, José Maria Neves.


A data foi hoje confirmada à agência Lusa pelo presidente da Comissão Preparatória do evento, e membro da Comissão Política do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Manuel Inocêncio Sousa, que adiantou não haver qualquer outro candidato à liderança.

"Até ao momento nenhum militante manifestou a intenção de concorrer à presidência do partido" garantiu Manuel Inocêncio Sousa, adiantando que o congresso vai ser dedicado ao debate de "questões políticas relevantes, com destaque para a consolidação da democracia interna".

O dirigente, igualmente Ministro das Infra-estruturas e Transportes, perspectivou que esse debate vai ser feito "numa óptica analítica", considerando que o PAICV foi o partido cabo-verdiano que, nos últimos anos, registou a evolução mais positiva nesse aspecto".

Da agenda do congresso, o presidente da Comissão Preparatória destacou a discussão e aprovação de um novo projecto de estatutos, uma vez que se tornava necessário "adaptá-los à realidade actual".

Assim, os delegados vão discutir um documento elaborado "de raiz", disse Manuel Inocêncio Sousa, adiantando que o documento reflectirá uma "nova visão política e organizacional que crie as condições para que PAICV continue a ser um partido vencedor".

A este propósito, referiu-se às próximas eleições autárquicas, previstas para os primeiros meses de 2004, e para as quais o congresso irá "definir a necessária estratégia, com vista à vitória do PAICV".

O congresso do partido no poder também vai discutir e aprovar uma Declaração de Princípios, em vez do tradicional programa do partido, para além da moção de estratégia a apresentar pelo até agora único candidato à liderança, José Maria Neves, actual primeiro-ministro de Cabo Verde.

Ao congresso do PAICV seguir-se-á o do Partido do Trabalho e da Solidariedade (PTS), que ainda não tem uma data precisa, mas que poderá realizar-se em finais de Julho.

A organização do evento apresenta-se algo problemática, tendo sido já adiada por diversas vezes em virtude de divergências que se vêm registando no seio do partido, mas que, de acordo com o presidente interino do PTS, "estão a ser ultrapassadas".

Isaías Rodrigues admitiu a possibilidade de um novo adiamento, mas remeteu a tomada de decisões definitivas para uma reunião da Comissão Executiva daquela força política, que deverá realizar-se este fim-de-semana.

Quanto à questão da liderança, uma vez que a actual encontra-se em regime de interinidade, aquele responsável garantiu que há uma solução em vista, com a disponibilidade manifestada por Jorge Tiene, antigo vereador da Câmara Municipal de S. Vicente, que decidiu assumir uma "candidatura consensual".

Assim, Jorge Silva, detentor do único mandato de que o PTS dispõe no parlamento cabo-verdiano, deverá retirar a candidatura apresentada há alguns meses, para que se possa concretizar um cenário de consenso.

Outra força política com dificuldades para realizar o seu congresso é o Partido da Renovação Democrática (PRD), cuja liderança, actualmente nas mãos de Simão Monteiro, também se encontra em regime de interinidade.

Contactado pela agência Lusa, aquele antigo Ministro da Justiça de Cabo Verde não quis avançar pormenores dos preparativos em curso para o congresso, dizendo apenas que "não há novidades".

Quanto a datas, Simão Monteiro adiantou que ainda não há nada concreto, perspectivando apenas que a reunião magna daquele partido sem assento parlamentar seja realizada "ainda este ano".

Isaías Rodrigues substituiu interinamente na presidência do PTS o fundador Onésimo da Silveira, em meados de 2002, poucos meses antes de este assumir as funções de Embaixador de Cabo Verde em Lisboa.

Simão Monteiro substituiu em 2002 o primeiro presidente do PRD, Jacinto Santos, que foi também presidente da Câmara Municipal da Praia, a capital do país.

Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem