As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Portugal gastou 338 milhões de euros em cooperação
- 8-Jun-2003 - 14:28

Portugal gastou no ano passado 338 milhões de euros na cooperação com os países de língua portuguesa, adiantou em Paris o ministro dos Negócios Estrangeiros, Martins da Cruz, num debate sobre a lusofonia.


O Ministério dos Negócios Estrangeiros gastou 325 milhões de euros em actividades nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e em Timor-Leste, a que se juntaram nove milhões de euros do Ministério da Educação e outros quatro milhões de euros do Ministério da Ciência e Ensino Superior.

O balanço foi feito ao lado dos embaixadores do Brasil, Angola e Cabo Verde em França, que intervieram igualmente no debate, organizado nas instalações da Rádio Alfa, uma rádio portuguesa da região de Paris, e ao qual assistiram várias dezenas de pessoas.

Martins da Cruz salientou o caso de Moçambique, onde a língua portuguesa é um "factor de união" perante os 42 idiomas existentes, mas também referiu Timor como "um irmão mais novo que temos de ajudar".

O ministro definiu a lusofonia como "uma mais valia que Portugal ao longo dos séculos foi construindo pelo mundo fora e hoje em dia, em que acabaram felizmente as estruturas coloniais e a dominação de uns países pelos outros, temos o dever de ajudar os países africanos e Timor Leste".

Para isso, pretende contar com a "ajuda do nosso grande irmão, o Brasil, para afirmar cada vez mais a lusofonia como um espaço de acção cultural, de intervenção política e um espaço de cooperação empresarial entre os oito países que formam esta rede da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)".

A presença de Martins da Cruz no debate insere-se nas comemorações do Dia de Portugal, celebradas durante o fim-de-semana, onde o ministro participa em vários eventos junto da comunidade portuguesa.

Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem