As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Angola propõe troca de experiências no domínio farmacêutico
- 19-Jun-2003 - 19:11

O primeiro-ministro de Angola, Fernando dos Santos, que se encontra de visita a Cabo Verde, defendeu hoje a possibilidade de uma troca de experiências mais estreita entre os dois países no domínio da indústria farmacêutica.


Na sequência de uma visita aos laboratórios Inpharma, empresa de produtos farmacêuticos de capitais cabo-verdianos e portugueses, o chefe de governo angolano disse ter gostado do que viu e ouviu, considerando desejável o estabelecimento de parcerias com empresas angolanas do ramo.

"Tendo em conta o bom trabalho que o Inpharma está a fazer, é mais natural que, numa primeira fase, sejam os técnicos cabo-verdianos a levar-nos a sua experiência", defendeu Fernando dos Santos, salientando a necessidade de uma maior cooperação económica entre Angola e Cabo Verde.

Também a exportação da produção do Inpharma para Angola deverá ser incrementada, na opinião do governante, para quem "todas as vertentes da cooperação devem ser exploradas, aproveitando-se o que cada um dos dois países pode oferecer ao outro".

No caso concreto dos produtos farmacêuticos, existe já uma experiência de exportação para Angola, e o Inpharma aparece como o líder desse processo, tendo vendido para aquele país, no primeiro semestre de 2003, encomendas no valor de 33 mil euros.

De acordo com informações prestadas pelo director-geral da empresa ao primeiro-ministro angolano, a previsão é atingir os 100 mil euros no final do corrente ano, ultrapassando-se em mais de 100 por cento as exportações registadas em 2002, que foram de 42 mil euros.

No âmbito do programa da sua estada em Cabo Verde, Fernando dos Santos visitou também esta manhã outras unidades industriais localizadas na Cidade da Praia, nomeadamente a SOCOINA, fábrica de confecção de jeans, e a Águas de Cabo Verde, que intervém no domínio do engarrafamento de águas de mesa.

Na comitiva do primeiro-ministro esteve igualmente o presidente da Câmara de Comércio e Indústria de Angola (CCIA), António dos Santos, que estimou haver muitas áreas que podem ser exploradas na cooperação económica e empresarial entre os dois países.

Aquele responsável adiantou que os governos dos dois países estão empenhados na criação das condições institucionais e considerou que "cabe ao sector privado de Angola e Cabo Verde saber aproveitar as oportunidades existentes e estreitar as relações de parceria entre si".

António dos Santos deu conta da existência de um acordo de cooperação entre a CCIA e as duas câmaras de comércio existentes em Cabo Verde, mas considerou que é preciso "reactivar esse acordo", pelo que vai ser assinada uma acta de entendimento entre as partes.

A delegação angolana chefiada por Fernando dos Santos desloca- se hoje à ilha de S. Vicente, onde visitará algumas infra-estruturas de interesse sócio-económico e cultural e unidades industriais.

O último ponto da visita será, sexta-feira, a ilha do Sal, com passagem pela da Boa Vista. Os pontos de interesse serão os empreendimentos turísticos, uma vez que essas duas ilhas constituem dois dos principais pólos de desenvolvimento do turismo em Cabo Verde.

Ao final de sexta-feira serão assinados vários acordos bilaterais. A comitiva angolana, que integra oito membros do Governo, abandona Cabo Verde na manhã de sábado.

Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem