As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Miguel Trovoada lamenta falta de apoio dos PALOP à sua candidatura à UA
- 10-Jul-2003 - 20:09

O ex-presidente são-tomense Miguel Trovoada considerou que a falta de apoio dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) foi uma das principais causas que inviabilizou a sua candidatura à presidência da Comissão da União Africana (UA).


Numa conferência de imprensa realizada quarta-feira em São Tomé, Trovoada lamentou a falta de apoio de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau e Moçambique, sublinhando que não insistiu também na sua candidatura por falta de consenso da parte de alguns países da África Central, que inicialmente se tinham mostrado favoráveis.

"A minha desistência foi também para facilitar a escolha por parte dalguns países da região, que inicialmente me incentivaram a candidatar-me", disse o antigo presidente são- tomense.

Trovoada acrescentou que a sua desistência forçada deveu- se ainda à apresentação da sua candidatura com quatro dias da atraso, bem como a dívida que o arquipélago tem para com a organização, resultante do não pagamento das respectivas quotas.

Das três candidaturas inicialmente faladas, apenas a do ex- chefe de Estado do Mali Alpha Oumar Konaré se mantém de pé, tendo o actual presidente interino da Comissão da UA, Amara Essy, antigo ministro dos Negócios Estrangeiros da Costa do Marfim, anunciado segunda-feira a sua desistência.

A eleição do presidente da Comissão da União Africana destaca- se como o momento alto da II Cimeira desta organização pan-africana, iniciada hoje em Maputo, Moçambique, e que termina sábado.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem