Anuncie no Noticias Lusofonas e promova a sua empresa em todo o mundo de lingua portuguesa
           As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Entrevista
Ruy Correia de Freitas (1922-2009)
- 22-Oct-2009 - 12:42


Foi o último director de "A Província de Angola" e o primeiro do "Jornal de Angola", que ainda hoje se publica. Tinha 87 anos

Antigo tenente da Força Aérea, director do Aero Clube e piloto voluntário em Angola, no início dos anos 70 acumulava a função de apoiar os soldados na frente de combate e transportar feridos para Luanda com a de director do jornal "A Província de Angola", cargo que assumira em 1949. Ruy Correia de Freitas chegou à direcção do jornal depois de ter sido enviado para uma escola de Jornalismo em Londres, onde se tornou bom aluno e recebeu distinções.


A família do seu pai afectivo, António Correia de Freitas, detinha (através da empresa Gráfica de Angola) metade do capital de "A Província de Angola" - título que antecedeu, antes da independência do país, o "Jornal de Angola" - fundado em 1923.

No ano passado, em entrevista ao "Diário de Notícias", recordou como em finais dos anos 60 o jornal "A Província de Angola" já usava computadores e a sua distribuição chegava a todo o território.

"Em finais dos anos 60, "A Província de Angola" era feita numa web-offset, imprimia 2.500 exemplares de cada vez, aquilo funcionava com computador. Nesse sentido, éramos mais modernos do que em Portugal. Havia umas Remington enormes, máquinas de escrever computorizadas onde fazíamos a escrita administrativa. Mais tarde o jornal passou a ser feito fotograficamente", afirmou.

Para rentabilizar a publicidade, "inventei os anúncios de três linhas que davam uma margem muito grande. Fiz a montagem e a paginação das 20 páginas, com os conhecimentos do curso em Londres".

"Todos os dias, a Direcção Transportes Aéreos (DTA) levava os jornais. estavam no seu sítio de manhã cedo". Um dos objectivos era estender a influência do diário no território. Para isso, Ruy Freitas abriu 15 delegações nas principais cidades de Angola. Os jornalistas enviavam notícias diariamente, por telefone. Somente em Luanda havia sete jornalistas, três dos quais mulheres.

Em Luanda, instituiu os ardinas. Arranjou uma casa com camas, comida e médico para 22 miúdos que pediam esmolas na rua e transformou-os em ardinas, "a troco de uma percentagem por cada jornal vendido".

Em finais de 1974, alegadamente "porque no jornal também se publicava coisas da UNITA, não era só MPLA", fugiu do governador Rosa Coutinho e pediu asilo político à África do Sul. Retornou ainda a Angola em 1975, de onde saiu de vez meses depois. Primeiro para o Brasil, em 1976, e depois para Portugal, em 1979.

O último número de "A Província de Angola" saiu a 30 de Junho de 1975. Nascia o "Jornal de Angola".

Dia 16 em Mem Martins, Sintra, de morte súbita.

Fonte: Expresso


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Construção de Sites Algarve por NOVAimagem