Anuncie no Noticias Lusofonas e dê a conhecer a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
           As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Angola
Lei de combate ao branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo
- 27-May-2010 - 19:08


A Assembleia Nacional angolana aprovou hoje por unanimidade a Lei sobre o Combate ao Branqueamento de Capitais e Financiamento ao Terrorismo.


O parecer das comissões dos Assuntos Constitucionais e Jurídicos, de Economia e Finanças e de Defesa, Segurança Nacional e Ordem Interna refere que o diploma vem preencher uma lacuna no ordenamento jurídico nacional.

A Lei não mereceu qualquer questionamento dos deputados, que tinham a presença do ministro da Economia, Manuel Nunes Júnior, para esclarecimentos.

O documento refere ainda que a liberdade económica no mundo contemporâneo exige “transparência nas transações financeiras ou comerciais”, um bem fundamental para garantir “a segurança financeira e económica”, como limite à iniciativa privada, para não perigar a estabilidade económica dos Estados.

A lei de Combate ao Branqueamento de Capitais e Financiamento ao Terrorismo tem 60 artigos e nas disposições referentes à responsabilidade criminal das pessoas colectivas e equiparadas prevê penas de prisão até 24 anos.

Na sessão plenária, o Parlamento angolano aprovou ainda com 127 votos a favor, 14 votos contra e 11 abstenções, a lei sobre a Organização e Funcionamento dos Órgãos da Administração Local.

A bancada parlamentar da UNITA, maior partido da oposição, votou contra essa lei por ela não clarificar o real papel e competências das autoridades tradicionais junto dos órgãos da administração do Estado, de forma a estabelecer “rigorosamente” os parâmetros dessa independência, autonomia e isenção na sua actuação e posicionamento institucional.

“Somos de opinião que o poder tradicional deve continuar a evoluir, mas tem de se tomar os devidos cuidados para que as autoridades tradicionais não continuem a ser instrumentalizadas por este ou aquele partido, o que desvirtua sobremaneira o seu real papel no seio das comunidades”, disse o vice-presidente da bancada parlamentar da UNITA, Silvestre Samy.

Na sessão de hoje foi ainda aprovada por unanimidade a lei sobre a Orgânica do Banco Nacional de Angola onde a principal alteração introduzida aponta para uma maior participação do executivo na definição da política monetária e cambial do país.

Com a nova lei orgânica do banco central angolano, o que altera é a exclusiva capacidade que este tinha até aqui de definir a política monetária e cambial para passar a fazê-lo em conjunto com o executivo liderado pelo Presidente José Eduardo dos Santos.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
 


 Ligações

 Jornal de Angola
 Sindicato dos Jornalistas
 AngolaPress - Angop
 Televisão de Angola
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona design e programação NOVAimagem - Web design, alojamento de sites, SEO