Construção e optimização de  web sites - NOVAimagem  - search engine optimization
           As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Portugal
PSD acusa Governo socialista de «vender ao desbarato» os activos do Estado
- 5-Aug-2010 - 18:26


O vice presidente do PSD, Diogo Leite de Campos, acusou hoje o Governo de falta de um plano estratégico quanto às privatizações, afirmando que o Estado está a vender “ao desbarato” as participações nacionais em empresas.


Em conferência de imprensa na sede nacional do partido, em Lisboa, o dirigente social democrata questionou a oportunidade das privatizações do BPN, EDP e Galp, hoje decididas em Conselho de Ministros, exigindo esclarecimentos do Governo sobre “as contas que ele deve dar aos portugueses sobre o seu dinheiro”.

Quanto ao negócio do BPN, Diogo Leite de Campos levantou várias dúvidas: “Porquê 180 milhões de euros [valor mínimo estipulado pelo Governo para venda] e não 1800 milhões de euros ou 18 milhões de euros?”, perguntou, defendendo que “quando alguém está a gerir os dinheiros de outrem, e neste caso é o Governo que está a gerir os dinheiros dos portugueses, deve-lhes completa e total explicação, que não foi dada”.

O vice presidente do PSD afirmou que o Governo terá investido neste banco quatro mil milhões de euros – apesar de “nunca ter explicado qual foi o investimento” -, o que configura “o maior investimento de sempre em Portugal, equivalente ao aeroporto de Lisboa, o que não é uma quantia que possa passar despercebida aos portugueses”.

Por outro lado, os sociais democratas consideram “desajustado misturar a privatização do BPN com a privatização das participações dos portugueses na Galp e na EDP, porque são necessariamente intuitos diferentes, maneiras de vender diferentes, aceitação dos mercados diferente”.

Para Leite de Campos, “o Governo não tem plano estratégico, não sabe fazer as coisas e está a misturar tudo, da pior maneira para os portugueses”.

“Se a participação numa sociedade estrangeira era estratégica [a da PT na Vivo], será que a participação dos portugueses na EDP, na Galp, não são mais estratégicas? Mais uma vez aqui, o governo revela o desnorte. Promete uma coisa, diz uma coisa, muda de ideias, faz outra”, criticou.

Para o PSD, “este Governo está a vender ao desbarato os activos do Estado, por impulso do momento, com espírito liquidador de massa falida, sem saber porquê, nem como, sem plano estratégico, sem saber se esta é a boa altura, se não é”.

O vice presidente dos laranjas lembrou que o Estado “tem centenas de participações em diversas empresas”, perguntando por que motivo o Governo não optou por “começar por essas, em vez de ter começado pela EDP e Galp”.

Leite de Campos deu ainda outro exemplo do que considera ser a “falta de compromisso do Governo com os portugueses”, citando dados do Eurostat, conhecidos esta quarta-feira, que colocam Portugal como o terceiro país da União Europeia com mais trabalhadores precários.

“Para um governo que diz, embora não pratique, defender o emprego, o facto de ter conseguido, em seis anos, duplicar o número de desempregados e atingir um número recorde de 22 por cento de precários, vem desmentir qualquer intenção do Governo e afirmar mais uma vez que se trata de um desgoverno, que governa ao sabor das circunstâncias”, sustentou.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
 
 Ligações
Portugal Car Hire
Faro Car Hire  
       
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design e SEO Portugal por NOVAimagem