Anuncie no Noticias Lusofonas
           As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Cultura
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Guiné Bissau
Ligação marítima entre Bissau, Catió e Bolama deverá arrancar em breve
- 29-Dec-2010 - 11:27


O navio IV Centenário de Cacheu está pronto e à espera da primeira de muitas viagens que vai fazer entre Bissau e Bolama com paragem em Catió, na Guiné-Bissau.


"A viagem ficou inicialmente marcada para o final do ano. Estamos ainda a ultimar os preparativos como a colocação de últimos equipamentos que permitam fazer a navegação mais segura", diz à Lusa Mário Loureiro, director-geral do Porto de Bissau.

O barco IV Centenário de Cacheu foi adquirido pelo Governo guineense em 1989, no quadro das comemorações dos 400 anos da cidade para assegurar as ligações entre Cacheu e São Domingos. O navio ainda navegou durante oitos anos, mas uma avaria, seguida da guerra civil, ditaram quase a sua morte. Treze anos depois e com reparações na ordem dos 200.000 euros, o IV Centenário de Cacheu já está no porto de Bissau à espera dos primeiros 150 passageiros para levar para Bolama.

"O navio surge para responder às expectativas das populações, às necessidades, ao direito de ir e vir das pessoas que do mar dependem. Vamos fazer um preço que esteja do alcance da própria população", diz Mário Loureiro, acrescentando que a ligação será semanal.

A decisão do Governo de reparar o barco foi tomada em Janeiro de 2009, após os trágicos acidentes ocorridos no mar, em que morreram 84 pessoas a bordo de pirogas. "Foi a pensar na forma de como gerir esse problema e para acautelar os riscos com as pirogas que fomos buscar o IV Centenário, que era praticamente um navio sucata", explica Mário Loureiro.

"É inconcebível, no século XXI, as pessoas ainda viajarem de piroga", considera o director do Porto de Bissau. "Somos um país ribeirinho de vocação atlântica e é preciso criar infra-estruturas marítimas que possam responder às necessidades das populações, das pessoas que têm esse direito também", salienta, garantido que vão continuar a recuperar embarcações.

O IV Centenário de Cacheu tem capacidade para 150 pessoas e para 10 toneladas de carga, tendo sofrido intervenções no casco, nas maquinarias, nos motores e no gerador.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 
 
 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Construção de Websites Portugal por NOVAimagem