As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
UNESCO avalia carências e vai apoiar a imprensa
- 5-Sep-2003 - 10:42

A conselheira regional para a comunicação e informação da UNESCO, Jeanne Seck, está de visita a Cabo Verde, para se inteirar das necessidades da imprensa local e analisar com as autoridades as formas desta agência ajudar o país no domínio da informação e comunicação.


Em declarações à imprensa depois de visitar os órgãos de comunicação social públicos, Jeanne Seck recordou que a UNESCO, no quadro do seu Programa Internacional para o Desenvolvimento da Comunicação (PIDC), "tem vindo a apoiar alguns órgãos de comunicação social cabo-verdianos".

Citou como exemplo os apoios concedidos na criação da nova rede informática da Agência Cabo-verdiana de Notícias, a INFORPRESS, aos jornais privados A Semana e Artiletra e, recentemente, na criação do Centro de Comunicação.

Os principais problemas levantados durante os contactos já estabelecidos com os responsáveis dos órgãos de informação de Cabo Verde prendem-se com a falta de equipamentos e sobretudo com a necessidade de formação de quadros, tanto a nível da gestão como de jornalistas e realizadores, disse.

Jeanne Seck precisou que o tipo de apoio concedido a Cabo Verde constituía uma excepção pois, disse, a acção da UNESCO e de outras agências da ONU assenta na declaração de Windhoek sobre o pluralismo e a independência da imprensa.

"Trata-se de disponibilizar apoios para o surgimento de uma imprensa independente e pluralista em África", disse a conselheira.

Jeanne Seck afirmou que, depois de um balanço, em 2001, das acções programadas em 1992, "fala-se agora, sobretudo, da necessidade de promover as novas tecnologias".

Sobre a liberdade de imprensa no arquipélago, Seck manifestou a sua estranheza pelo facto de um país como Cabo Verde não ter ainda um jornal diário.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem