As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Ministro angolano quer participação cabo-verdiana na reconstrução
- 8-Sep-2003 - 18:30

O ministro das Obras Públicas angolano, general Higino Carneiro, afirmou hoje na Cidade da Praia que Cabo Verde pode desempenhar um papel importante na reconstrução de Angola, sobretudo ao nível económico e de serviços.


Ao discursar na abertura da reunião da 5ª Comissão Técnica de Parceria Bilateral Angola/Cabo Verde, o governante angolano lembrou que o seu país, devido à guerra civil, tem as suas infra-estruturas destruídas.

"E é neste contexto que Cabo Verde pode jogar o seu papel", sustentou.

Higino Carneiro lamentou que as reuniões das comissões bilaterais tenham estado interrompidas durante o tempo de conflito em Angola, mas manifestou confiança de que, a partir deste encontro, os níveis de cooperação entre os dois Estados "ficarão colocados num patamar mais elevado".

"É preciso retomar as trocas comerciais e empresariais e criar parcerias para o entrosamento entre os dois países", sublinhou, lembrando que Cabo Verde, pela sua estabilidade, gera oportunidades de negócios.

Higino Carneiro realçou que o empenhamento de Angola num novo patamar de relacionamento está visível na delegação que chefia na visita oficial a Cabo Verde, que inclui sete membros do governo, empresários e responsáveis de diversos organismos do Estado.

Manuel Inocêncio Sousa, ministro de Estado e das Infra- Estruturas e Transportes cabo-verdiano, afirmou que a concretização da cooperação já delineada terá um grande impacto estratégico em Cabo Verde e dará seguramente um contributo ao desenvolvimento de Angola.

Salientou que as relações políticas e de amizade de longa data entre os dois Estados estão agora a passar para novos domínios, nomeadamente o empresarial e económico.

Para Manuel Inocêncio Sousa, os sectores dos transportes, petróleo, construção e obras públicas, comércio, pescas, agricultura, turismo e formação são os que, à partida, se apresentam com mais possibilidades para uma parceria entre os dois países.

Nesse sentido, e no domínio dos transportes, foi inaugurado, no passado sábado, um voo entre Angola e Cabo Verde, assegurado pela TAAG - Transportes Aéreos Angolanos, que, numa primeira fase, terá uma frequência mensal.

Manuel Inocêncio Sousa disse esperar que, durante as reuniões em curso em Cabo Verde, seja possível estabelecer parcerias entre armadores dos dois países para o reforço das ligações marítimas.

Para o ministro cabo-verdiano, os transportes são a base para a concretização das parcerias nos outros sectores entre Angola e Cabo Verde.

Durante a visita de delegação angolana, espera-se que sejam criadas duas empresas mistas na área da agricultura e pescas, a primeira com capital maioritariamente angolano e a segunda dominada pelos cabo-verdianos.

A decisão para a criação destas duas sociedades foi tomada pelos primeiros-ministros angolano e cabo-verdiano em Junho passado.

A primeira tem como objectivo inicial a exploração de um terreno na província do Cuanza Sul para abastecimento de bens alimentares a Cabo Verde.

A segunda visa a exploração piscícola dos mares dos dois países.

A delegação angolana iniciou hoje uma visita oficial a Cabo Verde, que será concluída na quarta-feira, na ilha de S. Vicente, com a assinatura de um documento e uma conferência de imprensa.

Além do ministro Higino Carneiro, integram a delegação angolana os ministros dos Petróleos, Desidério Costa, dos Transportes, Luís Brandão, e da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Gilberto Lutucuta, bem como os vice-ministros das Relações Exteriores, do Interior e das Pescas.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem