As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Cronologia desde a chegada de Kumba Ialá ao poder
- 14-Sep-2003 - 22:46

O ex-presidente da Guiné-Bissau, Kumba Ialá, hoje deposto por um golpe de Estado militar, chegou ao poder após vencer a segunda volta das eleições presidenciais realizadas a 16 de Janeiro de 2000.


Segue-se uma cronologia dos principais acontecimentos registados na Guiné-Bissau desde então.

2000

16 JANEIRO
- Kumba Ialá, líder do Partido da Renovação Social (PRS), vence a segunda volta das eleições presidenciais, cpm 72 por cento dos votos, derrotando Malam Bacai Sanhá, candidato do Partido Africano de Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC).

20 NOVEMBRO - Nova crise político-militar, com a versão oficial a dar conta de que o líder da Junta Militar, Ansumane Mané, estava a tentar levar a cabo um golpe de Estado.

30 NOVEMBRO - Ansumane Mané é morto em combate na região de Quinhamel, arredores de Bissau, por tropas fiéis a Kumba Ialá, dez dias depois de ter desaparecido da capital guineense, na sequência da polémica em torno da promoção de oficiais.

2001

23 JANEIRO
- Crise política na sequência de uma polémica remodelação ministerial. Os cinco ministros da Resistência da Guiné- Bissau/Movimento Bafatá (RGB/MB), segunda força política, demitem-se, pondo cobro à aliança com o PRS no executivo. O presidente forma uma nova equipa, saída exclusivamente do partido presidencial, minoritário na Assembleia.

19 MARÇO - Kumba Ialá demite o primeiro-ministro Caetano Intchamá, contestado pela classe política. É substituído por Faustino Imbali.

29 AGOSTO - A justiça anula uma decisão de Kumba Ialá de expulsar os dirigentes de uma seita muçulmana. Esta qualifica os juízes do Supremo Tribunal de "falsos, medíocres, corruptos e mentirosos".

19 SETEMBRO - Kumba Ialá demite o presidente do Supremo Tribunal, depois de ter demitido três juízes conselheiros.

21 OUTUBRO - O presidente denuncia o "desvio maciço de fundos", ameaçando despedir 60 por cento dos funcionários e adverte os políticos contra qualquer tipo de veleidade de recorrer ao exército "para agir".

23 OUTUBRO - O Parlamento retira a sua confiança a Kumba Ialá "até que se restabeleça a legalidade constitucional".

02 NOVEMBRO - Kumba Ialá ameaça suspender durante dez anos o Parlamento se os deputados não se acalmarem, considerando a crise terminada, depois de os juízes terem retomado o serviço, esperando uma solução definitiva.

07 DEZEMBRO - Kumba Ialá demite Faustino Imbali, invocando "duras críticas tanto da população como da Assembleia Nacional Popular". Alamara Nhassé assume a chefia do governo.

2002

11 JUNHO
- Kumba Ialá anuncia uma amnistia para 169 suspeitos de terem participado numa tentativa de golpe de Estado em Dezembro de 2001. Revela que uma outra tentativa de golpe foi impedida em Maio de 2002.

16 OUTUBRO - O chefe de Estado põe fim às funções do procurador da República e do presidente do Supremo Tribunal.

15 NOVEMBRO - Kumba Ialá dissolve a Assembleia, demite o governo e anuncia eleições legislativas antecipadas. Evoca uma "crise económica muito difícil, mesmo crítica".

16 NOVEMBRO - Mário Pires é nomeado primeiro-ministro, forma um governo dominado pelo PRS, no poder.

2003

19 ABRIL
- Kumba Ialá demite o ministro da Administração Interna António Sedja Man, substituindo-o por Fernando Correia Landim, ex-ministro da Defesa.

30 MAIO - A Guiné-Bissau é incluída na lista de países com maiores violações aos Direitos Humanos pela Amnistia Internacional (AI).

23 ABRIL - O ministro da Defesa, Marcelino Lopes Cabral, é demitido e substituído por Filomena Tipote, que se torna na primeira mulher da Guiné-Bissau a chefiar aquela pasta ministerial. Lopes Cabral é detido durante um mês sem acusação formal.

03 MAIO - Demitido o conselheiro para os Assuntos Políticos e Diplomáticos, José de Pina, que, à semelhança de Lopes Cabral, ficará detido durante um mês.

13 JUNHO - O secretário-geral da ONU, Kofi Annan, deplora a deterioração da situação política e económica e social na Guiné- Bissau, baseando as suas declarações num relatório elaborado pela missão que mantém em Bissau. O documento e as declarações de Annan são refutadas pelo governo guineense.

16 JUNHO - O primeiro-ministro Mário Pires declara que o PRS é contra a formação de um governo de unidade nacional.

30 JUNHO - Ialá marca as eleições legislativas antecipadas para 12 de Outubro deste ano, já adiadas em duas ocasiões - 20 de Abril e 06 de Julho.

04 AGOSTO - Início, com várias semanas de atraso, da actualização do recenseamento eleitoral, tendo em vista as legislativas.

12 SETEMBRO - A Comissão Nacional de Eleições (CNE) declara-se "incapaz" de realizar a votação na data prevista devido a questões técnicas.

14 SETEMBRO - O chefe do Estado maior General das Forças Armadas (CEMGFA) da Guiné-Bissau, general Veríssimo Correia Seabra, lidera um golpe de Estado em que derruba o regime de Kumba Ialá.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem