As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Cabo Verde integra comissão de inquérito da CEDEAO
- 15-Sep-2003 - 19:50

A ministra dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde, Fátima Veiga, integra a comissão de inquérito da Comunidade de Estados da África Ocidental (CEDEAO) ao golpe de Estado na Guiné-Bissau, anunciou hoje o governo cabo-verdiano.


Fátima Veiga, que já chegou a Bissau, e os restantes elementos da comissão da CEDEAO vão estabelecer contactos com o presidente interino da Guiné-Bissau, general Veríssimo Seabra, na sequência do golpe de Estado de domingo, que depôs o presidente eleito, Kumba Ialá.

A comissão é liderada pelo presidente do Gana e da CEDEAO, John Kufuor, e integra representantes da Gambia, Senegal e Nigéria, alem do secretário executivo da CEDEAO, Mohamed Ibn Chambas, da Guiné-Conacri.

Em comunicado, o Ministério dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Comunidades de Cabo Verde, manifesta a sua "total disponibilidade" para participar em qualquer iniciativa internacional envolvendo organizações de que os dois países sejam membros, numa procura de soluções para a situação actual.

O ministério cabo-verdiano apela ainda para que a comunidade internacional ajude a Guiné-Bissau a encontrar a via da estabilização política e social e do relançamento da sua economia.

O primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves, manifestara já no domingo, após o anúncio do golpe de Estado em Bissau, a disponibilidade do seu governo para ajudar a mediar a crise, no âmbito da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e de outras organizações internacionais, como a CEDEAO.

Na sequência do golpe de Estado, o chefe do Estado- Maior General das Forças Armadas guineenses, general Veríssimo Correia Seabra, assumiu interinamente a presidência do país.

A CEDEAO integra 15 países, incluindo a Guiné-Bissau.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem