As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
«Forças Vivas da Nação» assinam 5ºfeira «Pacto de Transição»
- 17-Sep-2003 - 18:05

As chefias militares, partidos políticos e as organizações da sociedade civil e religiosas vão assinar quinta- feira um pacto de transição, em que ficará definido o apoio à nova realidade política na Guiné-Bissau, disse hoje à Agência Lusa fonte partidária.


Segundo a fonte, o "pacto" vai estabelecer as regras dos mecanismos de resolução dos problemas que vão surgindo em consequência do golpe de Estado de domingo, quando foi derrubado o regime do presidente Kumba Ialá.

Os passos fundamentais do período de transição, como a preparação de eleições e actos de gestão essenciais, vão ficar definidos neste "pacto de todas as forças vivas da Nação", sublinhou a fonte.

Na vertente política, o documento será assinado pelas formações e coligações que já se tinham posicionado para as eleições legislativas antecipadas de 12 de Outubro próximo, entretanto adiadas, incluindo o Partido da Renovação Social (PRS, no poder até domingo), fundado e liderado por Kumba Ialá.

Fonte da missão de mediação da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), que se encontra em Bissau desde segunda- feira, adiantou entretanto à Lusa a possibilidade de os presidentes da Nigéria, Olusegun Obasanjo, e do Senegal, Abdoulaye Wade, assistirem ao acto, em Bissau.

"Se chegarem na quinta-feira, poderão assistir à assinatura do pacto", assegurou a fonte, que adiantou que a intenção de uma eventual deslocação é "inteirarem-se da nova realidade política" da Guiné-Bissau.

A fonte adiantou que a visita de Obasanjo e Wade funcionará como um "complemento" à missão da CEDEAO na Guiné-Bissau, liderada pelo secretário executivo da organização, Mohamed Ibn Chambras (Guiné- Conacri), e que integra ainda os ministros dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde, Gâmbia, Gana, Nigéria e Senegal.

Entretanto, ao longo da manha de hoje, cerca de 10.000 pessoas concentraram-se na Chapa de Bissau, local tradicional de manifestações políticas, numa iniciativa organizada pelos partidos e pela sociedade civil, com o acordo dos militares golpistas.

A manifestação destinou-se a apoiar o Comité Militar para a Restituição da Ordem Constitucional e Democrática (CMROCD), liderado pelo auto-proclamado presidente interino Veríssimo Correia Seabra, que protagonizou o golpe de Estado que levou à destituição de Kumba Ialá.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem