As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Acordo com Portugal dá prioridade a criação de universidade
- 24-Oct-2003 - 14:39

A criação de uma universidade em Cabo Verde é a prioridade do acordo de cooperação com Portugal na área do Ensino Superior , Ciência e Tecnologia, cujo plano operacional foi hoje estabelecido entre os dois países, em Lisboa.


A declaração conjunta que define a forma como vai ser colocado em prática o acordo de cooperação, estabelecido em Julho de 2003, em São Vicente, Cabo Verde, e, particularmente, a criação da Universidade no arquipélago, foi hoje assinada pela ministra da Educação e do Ensino Superior de Portugal, Maria da Graça Carvalho, e pelo seu homólogo cabo-verdiano, Victor Barbosa Borges.

No final da assinatura, o ministro cabo-verdiano destacou que "existe uma grande expectativa na sociedade de Cabo Verde" relativamente à criação da universidade, que considerou uma "estratégia para a valorização dos cabo-verdianos" e para evitar a "fuga de cérebros" para o estrangeiro.

Lembrando que Cabo Verde não tem recursos naturais, Victor Barbosa Borges salientou que "a principal riqueza do país é os recursos humanos" e que a criação da universidade tem um papel determinante no "grande desafio de reinventar um Cabo Verde com mais desenvolvimento".

Questionado pela Lusa sobre a data prevista para a criação efectiva da universidade, o ministro afirmou que "ainda não é possível dizer quando" porque ainda "vão ser criadas equipas dos dois países para desenvolver o modelo a desenvolver".

Quanto ao número provável de alunos que poderão frequentar a universidade o ministro afirmou também não ter uma previsão mas manifestou a esperança de que "se o ensino for de qualidade poderá quebrar-se a tradição que existe em Cabo Verde de que os cursos superiores se fazem no exterior".

Victor Barbosa Borges realçou ainda a importância de respeitar alguns aspectos da realidade cabo-verdiana, nomeadamente as possibilidades de financiamento, devido ao "constrangimento financeiro e orçamental" que o país atravessa e a dimensão e geografia do país para "permitir responder às aspirações justas dos diferentes espaços insulares".

A ministra da Educação portuguesa destacou do acordo de cooperação o apoio dado aos 3600 estudantes cabo-verdianos em Portugal, nomeadamente através da atribuição de bolsas de estudo.

Este ano, segundo Maria da Graça Carvalho, foram atribuídas pelo governo português 156 bolsas para licenciaturas e 45 para mestrados e doutoramentos, não estando incluídas nestes números as que foram disponibilizadas pela Fundação Calouste Gulbenkian, pelas câmaras municipais e outras entidades.

Da cooperação com Cabo Verde, a ministra realçou a prioridade ao nível de recursos humanos, nomeadamente através do intercâmbio de professores.

A governante adiantou que outros acordos de cooperação nesta área vão assinados em breve com Angola, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Maria da Graça Carvalho admitiu à Lusa a possibilidade do acordo com Angola poder ser assinado durante a visita oficial do primeiro- ministro português, José Manuel Durão Barroso, a este país, de 26 a 29 de Outubro.

A ministra acrescentou que Estes acordos inserem-se no Plano Integrado de Cooperação (PIC) estabelecido entre Portugal e os países de expressão portuguesa.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem