As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Prostituição infantil soma ponto$
em todo o universo da Lusofonia

- 15-Nov-2003 - 9:00


No Brasil estima-se que possam andar entre as 100 mil e as 500 mil as crianças exploradas. Angola e Moçambique estão na lista negra

O problema da prostituição infantil e da exploração sexual no Brasil é pior do que na maioria dos países por causa da pobreza, do crime e do turismo. Quem o diz é o enviado especial das Nações Unidas, Juan Miguel Petit. O número estimado de crianças na prostituição oscila entre 100 mil e 500 mil. No universo da Lusofonia, Angola e Moçambique foram identificados como países fonte de prostituição de menores, sendo o primeiro ainda uma das placas giratórios deste tráfico.


Por Manuel Gilberto

"O Brasil é de fácil acesso a turistas, tem uma enorme população jovem, as autoridades não estão presentes nos bairros pobres e a dimensão de seu território dificulta o controlo", afirma Juan Miguel Petit que junta ao problema "o crescente tráfico de drogas."

"Tudo isso torna a situação no Brasil mais preocupante e mais explosiva", afirma o enviado da ONU, ressalvando alguns progressos porque a sociedade começa a preocupar-se mais com o assunto.

Entretanto, Angola e Moçambique foram identificados como países fonte de prostituição de menores, sendo o primeiro ainda uma das placas giratórios deste tráfico, segundo um relatório da Organização Internacional de Migrações (OIM).

A OIM constata que a situação de tráfico de menores para fins sexuais atinge na África Austral um nível "muito mais perverso do que se pensava".

Relativamente a Moçambique, um relatório da OIM refere que as vítimas se situam geralmente na faixa entre os 14 e os 24 anos e são seduzidas por ofertas de trabalho, como empregados de mesa ou trabalhadores de sexo um pouco por todo o Mundo.

Numa lista de países-fonte, em que figuram ainda (além de Angola e Moçambique) o Malaui, Lesoto, Botsuana, Republica Democrática do Congo, África do Sul, Suazilândia, Tanzânia e Zimbabué, sublinha-se que as mulheres jovens e as crianças são particularmente vulneráveis aos traficantes devido às dificuldades económicas e à ruptura do tecido social que feriu estes países.

"Na Europa estas crianças são exploradas sexualmente em lares privados ou vendidas em círculos pedófilos", sublinha a OIM.

Depois de denunciar que muitas destas vítimas são espancadas e sujeitas a "aulas de sexo" se não conseguem satisfazer os apetites dos donos das casas de prostituição, adianta que estes sindicatos recorrem às formas mais perversas de pressão, incluindo as crenças tradicionais africanas.

Portugal entrou também para a ribalta deste problema com o caso da Casa Pia e nos restantes países da CPLP a situação não é mais animadora.

Embora não existam estudos fidedignos, sabe-se que Timor-Leste, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Cabo Verde padecem do mesmo problema.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem