As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Teatro e Música em destaque nas Estações da Cena Lusófona em Coimbra
- 25-Nov-2003 - 22:24

O espectáculo do artista brasileiro António Nóbrega e a apresentação do trabalho final do Estágio Internacional de Actores Lusófonos abrem a 05 de Dezembro, em Coimbra, as Estações da Cena Lusófona, foi hoje anunciado.


A VI edição das Estações da Cena Lusófona, que decorrerá entre os dias 05 e 15 de Dezembro inserida no evento Coimbra 2003 Capital Nacional da Cultura, tem como prato forte o teatro, mas as programações incluem projectos nas áreas da música e do cinema, disse à Agência Lusa António Augusto Barros, um dos responsáveis da iniciativa.

Organizadas pela Cena Lusófona - Associação Portuguesa para o Intercâmbio Teatral, as Estações têm como principais objectivos estimular o intercâmbio e criar ligações entre a comunidade teatral da lusofonia, adiantou Augusto Barros.

O mesmo responsável disse ainda que ao longo do ano a Cena Lusófona organiza vários encontros teatrais e co-produções nos países lusófonos, sendo as Estações o evento mais representativo e o que assume maior importância.

Segundo Augusto Barros, a edição deste ano conta com um maior número de companhias porque é uma das iniciativas que faz parte da Coimbra 2003.

Destacou ainda as co-produções que vão estrear no evento, nomeadamente as peças de teatro apresentada pelas companhias de Moçambique, São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau.

Por outro lado, realçou a programação musical, que apresenta "grandes nomes da música brasileira", como António Nóbrega e Virgínia Rodrigues.

António Nóbrega, o brasileiro que diz que "todo o brasileiro deveria tocar pandeiro e dançar quotidianamente", apresenta no Teatro Académico Gil Vicente, em Coimbra, nos dia 05 e 06 de Dezembro, o seu mais recente trabalho "Lunário Perpétuo".

Violinista desde criança, António Nóbrega foi convidado a integrar no início da sua carreira várias orquestras e a partir de 1976 começa a desenvolver um estilo próprio de concepção em artes cénicas, dança e música, apresentando desde então vários espectáculos como "A Bandeira do Divino" e "Brincante".

A abrir as Estações estará também o espectáculo de apresentação do trabalho final do Estágio Internacional de Actores Lusófonos, "O Horácio", de Heiner Muller e encenado por Pierre Voltz.

Esta formação, iniciada em Setembro em co-produção com A Escola da Noite, de Coimbra, é uma das iniciativas mais importantes da Cena Lusófona, que pretende fomentar a troca de experiências e saberes de jovens actores da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) em áreas específicas.

Neste estágio, que este ano cumpre a sua terceira edição, estão representados 13 actores dos países da CPLP, à excepção de Timor- Leste.

A maioria dos estagiários já participou em outras acções de intercâmbio ou pertencem a grupos que desenvolveram colaboração regular na rede da Cena Lusófona.

"O Horário" será apresentado na Oficina Municipal de Teatro nos dias 05 e 06 de Dezembro.

As companhias de teatro portuguesas presentes nas Estações da Cena Lusófona são a Companhia de Teatro de Braga, que apresentará a peça "Comédia na Estação", e a Quinta da Parede, que interpretará "Nojo".

O Brasil estará representado com a Companhia Face&Carretos, do Rio Grande do Sul, Bando de Teatro Olodum, da Bahia, e Mais! Produções Artísticas, de Porto Alegre.

"Niketche", dos moçambicanos Hala Ni Hala, "Pedro Andrade, a Tartaruga e o Gigante", dos são-tomenses Cena Só, "O Lutador", dos guineenses Os Fidalgos, "Yerma", dos angolanos Elinga Teatro, "Así que pasen 5 anos", dos espanhóis Sarabela Teatro, e "As Águas", dos cabo- verdianos Burbur, são outras peças de teatro em cartaz no evento.

Além de António Nóbrega e Virgínia Rodrigues, apresentam-se em Coimbra os brasileiros Cida Moreira, Ná Ozzetti, Luiz Tatit e Zé Miguel Wisnik e o cabo-verdiano Mário Lúci.

O evento conta também com o Espaço Brincante, em que os participantes nas Estações da Cena Lusófona partilham o seu trabalho e os seus métodos.

Paralelamente, decorrerá ainda uma tertúlia dos dramaturgos e um ciclo dedicado ao cineasta guineense Flora Gomes, bem como a um debate sobre a evolução cultural e social da Guiné-Bissau desde a proclamação da Independência, em 1974.

A Cena Lusófona existe desde 1995 com o objectivo de dinamizar a comunicação teatral entre os países de língua portuguesa.

Entre os vários encontros teatrais que organiza nos países lusófonos, as Estações da Cena Lusófona são as mais representativas.

As Estações da Cena Lusófona já se realizaram em Moçambique (Maputo, 1995), Brasil (Rio de Janeiro, Recife e São Paulo, 1996), Cabo Verde (Mindelo, 1997), Portugal (Coimbra, Évora e Braga, 1999) e em São Tomé e Príncipe (2002).


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem