As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Mindelo recebe chave de «capital lusófona da cultura»
- 22-Nov-2002 - 18:46

Espectáculos, exposições, seminários e publicações são algumas das linhas força do programa da cidade cabo-verdiana do Mindelo para assinalar a sua condição de «Capital Lusófona da Cultura», um estatuto que recebe sábado, até Novembro de 2003.

O programa começa sábado com o espectáculo «Crioulo», uma cantata cénica idealizada pelo coreógrafo António Tavares a partir de uma obra sinfónica de Vasco Martins.

Nesse espectáculo, que abrilhantará a Rua Cidade de Lisboa, no Mindelo, vão desfilar artistas cabo-verdianos e elementos de um coro português.

A obra de Vasco Martins a executar é a sua sinfonia nº 9 «Lágrimas na Paraíse», numa versão para «fontes electrónicas sonoras» e instrumentos de cordas. Esta obra, inspirada no universo musical cabo-verdiano e africano, foi uma encomenda da Universidade Paris VIII, em 1993, para comemorar os 200 anos da primeira lei de abolição da escravatura.

Em «Crioulo» serão recriados alguns quadros da história de Cabo Verde, com recurso a bailarinos, ao grupo de dança «Raiz di Polon», a acrobatas, executantes da dança-luta «capoeira», tocadores de batuque, de percussão e executantes de instrumentos de cordas, dos grupos de Bau e Voginha.

A luso-cabo-verdiana Sara Tavares, o tenor Paulo Rodrigues, o Coro de Câmara de Lisboa, que irá cantar em parceria com o cabo-verdiano «Voz DÈAlma», são os participantes portugueses.

O orçamento do programa da Capital Lusófona da Cultura ascende a cerca de 19.000 contos cabo-verdianos (cerca de 172 mil euros), que deverá ser financiado por empresas, Câmara Municipal do Mindelo e secretariado da UCCLA (União das Cidades Capitais Luso-Américo-Asiáticas).

O fogo de artifício de Macau, o carnaval de Salvador da Baía, a cantora portuguesa Dulce Pontes, os escritores Pepetela, de Angola, e Mia Couto, de Moçambique, são dos participantes perspectivados para incluir no programa.

Uma das apostas é fomentar o intercâmbio entre as mais de duas dezenas de cidades que fazem parte da UCCLA, organizando no Mindelo sessões culturais.

«Uma cidade um actor», «uma cidade um escritor», «uma cidade um bailarino», «uma cidade um artesão», «uma cidade um músico» fazem parte desse programa específico, que abrirá espaço a que cada participante mostre a sua arte específica, sob a forma de espectáculo, exposição ou «workshop».

Na parte editorial, estão previstas edições de contos infantis premiados, de um roteiro cultural e de dois números de uma revista especificamente sobre o evento e assuntos conexos.

Ao nível das exposições estão programadas mostras de pintura, escultura, artesanato, fotografia e vídeo.

Debates sobre as novas tendências da arte, seminários sobre museologia e recuperação do património, «workshops» para crianças e espectáculos de rua são outros pontos do programa delineado.

Para a Câmara Municipal do Mindelo, receber esta iniciativa é «um marco importante na vida cultural e política do Município, pelo que deverá ser desenvolvido um programa de actividades que reflicta a vivência cultural da ilha, no passado e na actualidade, bem como o seu compromisso com o futuro».

«Nesta perspectiva, não se propõe apenas um calendário de manifestações culturais, artísticas e desportivas, como é habitual neste tipo de comemorações, mas sim envolver todos os munícipes numa reflexão e expressão colectiva do conteúdo e significado da nossa identidade cultural», lê-se numa nota de imprensa da autarquia.

As estratégias de programação e de execução basear-se-ão no envolvimento das instituições do Estado, além das do poder local, para evitar o «desperdício de meios e energias».

Sábado à tarde, numa sessão solene, Mindelo recebe simbolicamente de Macau a «chave» da Capital Lusófona da Cultura, que conservará até finais de 2003, altura em que a passará para outra cidade.

Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem