As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Antiga escala no transporte aéreo de correio entre a Europa e a América
- 9-Dec-2003 - 19:25

Cabo Verde assumiu um papel importante no transporte aéreo de correio, entre a África e a América do Sul, de finais dos anos 20 até meados de 30 do século passado, como realça uma investigação agora publicada.


Nesse período, Cabo Verde acolheu uma base de hidroaviões, assumindo um papel de destaque na aviação comercial Europa-América do Sul via África, realçado recentemente por uma investigação publicada em edição bilingue, francês e português, realizada pelo jornalista Vladimir Monteiro, da agência cabo-verdiana de notícias Inforpress.

A escolha de Cabo Verde como escala visou encurtar a distância entre a Europa e a América do Sul. Ao optar por Cabo Verde em detrimento de Dakar, no Senegal, reduzia-se a distância em 130 quilómetros, muito importante para uma actividade que suscitava interesse de várias companhias.

"Neste final dos anos 20, os franceses não são os únicos interessados em Cabo Verde. Os alemães também manifestaram o seu interesse pela escala. A companhia Lufthansa estava a desenvolver projectos de hidroaviões capazes de fazer a travessia, a partir das ilhas de Cabo Verde ou das Canárias", recorda o jornalista.

A 6 de Março de 1928 um hidroavião CAM 51 F-AIMS, pilotado por Paulin Paris, da companhia francesa Aeropostal escala pela primeira vez a baía abrigada de Calheta de S. Martinho, a poucos quilómetros da actual capital do país, a Cidade da Praia.

Nessa altura o correio era transportado de hidroavião de Toulouse, França, com escala em S. Louis, Senegal, e chegava à Calheta de S. Martinho, Cabo Verde, onde era colocado a bordo de um antigo barco militar francês rumo ao Recife, Brasil.

Segundo Vladimir Monteiro, a localidade de Calheta de S. Martinho fora considerada favorável para a construção de uma hidrobase, onde também foi construída uma estação de rádio de grande potência, que virá a revelar-se como o "principal pilar da segurança aérea no Atlântico Sul".

Mesmo depois de desactivada a hidrobase, após um escasso mês de actividade, Calheta de S. Martinho, Cabo Verde, continua a ser importante para a Aeropostal, pois "são os faróis e as balizas destas ilhas, equipados com emissores-receptores", que vão guiar, em Julho de 1930, a tentativa falhada de Jean Mermoz de ligar por avião a América do Sul a Dakar, Senegal.

Mas a companhia aérea Aeropostal regressa à Cidade da Praia em 1934 para aí criar um campo de aterragem de aeronaves. A 31 de Julho desse ano Jean Mermoz aterra aí o trimotor COUZINET 71, proveniente de Natal (Brasil). Depois ruma a Villa Cisneros (actual Dakhla, no Saara Ocidental).

Na Cidade da Praia apenas fazem escala no ano de 1934 algumas aeronaves nas rotas comerciais entre a Europa e a América do Sul.

No entanto, a base aérea da Cidade da Praia acolhe em Janeiro de 1935 uma aeronave pilotada por Paul Codos e Maurice Rossi, que vêem frustrada a tentativa de realizar o primeiro voo postal sem escala entre a França e a América do Sul.

Na próxima quinta-feira os Correios de Cabo Verde lançam uma edição filatélica alusiva à hidrobase de Calheta de S. Martinho, e ao seu papel na aviação postal.

Também o Centro Cultural Francês da Cidade da Praia realizou uma exposição e vem organizando um ciclo de conferências alusivas a Cabo Verde e à Aeropostal.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem